Ibovespa recua 0,71% nesta quarta-feira

Ibovespa recua 0,71% nesta quarta-feira (Foto: Divulgação) Ibovespa recua 0,71% nesta quarta-feira

Nesta quarta-feira, 19, o principal índice acionário da BM&FBovespa, o Ibovespa, apresenta perdas em linha com o exterior e as ações da Petrobras caem 2,49%. Há pouco, o índice, operava com queda de 0,71%, aos 63.705 pontos. O giro financeiro da bolsa marcava R$ 4.664 bilhões.

De acordo com relatório diário da Lerosa Investimentos, o mercado tende a acompanhar o bom humor do exterior e de olho no andamento das reformas no Congresso, com leitura esperada do relatório da reforma da Previdência. Apesar da derrota na reforma trabalhista, tivemos aprovação do socorro aos Estados endividados. Outro indicador positivo ficou com a divulgação da prévia do IGP-M, apontando nova deflação.

Entre as oscilações positivas em destaque na sessão estão os papéis da Usiminas (PNA) que avançavam 3,28% e a Qualicorp (ON) que apresentavam alta de 3,27%. Em contrapartida, entre os destaques negativos, estão os papéis da BRMalls (ON), que decaíram 3,37% e da Cyrela (ON) que recuavam 2,86%.

Empresas

A Usiminas anunciou que entre janeiro e março deste ano, seu lucro líquido foi de aproximadamente R$ 108 milhões. Mas, a Companhia ressaltou que tal resultado não é definitivo, podendo sofrer modificações, inclusive em razão de ajustes contábeis, estando também sujeito à revisão dos seus auditores externosbeis, estando também sujeito à revisão dos seus auditores externos.

Agenda

E abrindo a agenda de indicadores internos, o Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) registrou, no segundo decêndio de abril, variação de -0,99%, segundo dados da Fundação Getulio Vargas (FGV). No mês anterior, para o mesmo período de coleta, a variação foi de 0,08%.

Exterior

Hoje, o Eurostat anunciou que a balança comercial dos 17 países que compõem a zona do euro registrou ganhos de € 17,8 bilhões em fevereiro. No mês anterior, a balança apresentou déficit de € 0,6 bilhões.

Por fim, o Índice de Preços ao Consumidor (CPI, na sigla em inglês) nos 17 países que compõem a zona do euro apontou alta de 1,5% em março deste ano na comparação com o mesmo período do ano anterior.

(MR – Agência IN)

Última modificação emQuarta, 19 Abril 2017 15:40