EUA e Alemanha no radar dos investidores

EUA e Alemanha no radar dos investidores (Foto: Divulgação) EUA e Alemanha no radar dos investidores

Nesta terça-feira, 21, as principais bolsas de valores globais deverão apresentar sinais opostos, com investidores na expectativa pelos detalhes do plano de reforma tributária nos EUA. Diante deste cenário, as bolsas europeias e norte-americanas operam de lado nesta manhã.

Ásia

Na Ásia, o fechamento foi positivo na sua maioria, seguindo os novos recordes das bolsas americanas. O índice Nikkei da Bolsa de Tóquio fechou a sessão com alta de 0,70%, aos 22.416,48 pontos. O melhor desempenho da sessão veio das ações das empresas: Meidensha Corp.: 7,50%; Toshiba Corp.: 5,46% e as da Tokuyama Corp.: 4,76%.

Europa

Enquanto isso, na Europa, as bolsas operam em baixa, ainda refletindo o impasse para formação de uma coalisão no governo da Alemanha e possibilidade da convocação de novas eleições. 

EUA

Em Wall Street, o indicador futuro das bolsas norte-americanas aponta para uma abertura próxima da estabilidade. Segundo relatório da Coinvalores, alguns indicadores no radar dos investidores, com destaque para o índice de atividade, divulgado pelo Fed de Chicago. Além disso, a associação nacional dos corretores imobiliários divulga os dados de vendas de moradias usadas.

Brasil

Aqui no Brasil, o Ibovespa deverá acompanhar o movimento externo. Na agenda do dia, o destaque fica por conta da segunda prévia do IGP-M de novembro. De acordo com o relatório da Coinvalores, depois da divulgação do IGP-M que avançou em novembro, teremos somente os dados da Serasa de indicador de demanda do consumidor por crédito. Mas, mesmo em meio ao feriado, ontem saíram os dados do Boletim Focus, mostrando um leve aumento nas projeções para a taxa de câmbio para o final do ano, saindo de R$ 3,19 para R$ 3,20 e para o PIB de 2018, saindo de 2,50% para 2,51%, já para 2017 ficou inalterado em 0,73%. Além disso, tivemos a divulgação do IBC-Br, que segue em trajetória de crescimento, mostrando elevação de 0,58% entre julho e setembro, em comparação com o segundo trimestre de 2017.

Agenda

A Fundação Getulio Vargas (FGV) divulgou que o Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) registrou, no segundo decêndio de novembro, variação de 0,37%. No mês anterior, para o mesmo período de coleta, a variação foi de 0,30%.

Câmbio

Por fim, no mercado de câmbio, o dólar deverá apresentar perdas em relação às demais moedas globais. 

(MR – Investimentos e Notícias)