Dados chineses contribuem para queda do dólar

  •  
Dados chineses contribuem para queda do dólar (Foto: Divulgação) Dados chineses contribuem para queda do dólar

O dólar comercial apresenta perdas de 0,32% nesta terça-feira, 01, após a divulgação de dados chineses. A moeda norte-americana era cotada a R$ 2,203 na compra e R$ 2,205 na venda.

De acordo com relatório diário da Lerosa Investimentos, o aumento do risco país que as contas fiscais impuseram no dia de ontem causaram demanda por dólar e o Banco Central contribuiu para essa alta ao aceitar as propostas no leilão de US$ 3,5 bi de linha. A abertura pode ainda mostrar pressão altista para a moeda americana, uma vez que nota-se aumento nas taxas das treasuries nessa manhã, aumentando a atratividade da moeda americana. Os indicadores de atividade divulgados na China e Europa não justificam mudança de cenário de baixo crescimento (embora existente), então, no curto prazo, aguarda-se os indicadores de atividade do dia nos EUA. Se for confirmada a boa fase da indústria por lá, ainda teremos alocação migrando para ativos americanos, deixando pequena a chance de valorização do real.  

Na China, o índice PMI da indústria de transformação, medido pelo escritório de estatísticas da chinês, chegou a 51 pontos em junho, em linha com o esperado e levemente melhor que o registrado em maio (50,8 pontos).

(Redação – Agência IN)