Bolsas sobem após anúncio do FED

Bolsas sobem após anúncio do FED (Foto: Divulgação) Bolsas sobem após anúncio do FED

Nesta quinta-feira, 16, os mercados ainda mantém o otimismo com o gradualismo do Federal Reserve (FED). Aqui no Brasil, o Ibovespa recua 0,50%.

Ásia

Na Ásia, as bolsas finalizaram o pregão com ganhos. 

Europa

Já na Europa, as bolsas apresentaram ganhos. Em Frankfurt, o DAX subiu 0,61%, a 12.083 pontos. Em Londres, o FTSE fechou com alta de 0,64%, aos 7.415 pontos, enquanto o CAC 40 registrou ganhos de 0,56%, aos 5.013 pontos.

Entre os dados da região, o Índice de Preços ao Consumidor (CPI, na sigla em inglês) nos 17 países que compõem a zona do euro apontou alta de 0,4% em fevereiro, segundo informações divulgadas hoje pelo Escritório de Estatísticas da União Europeia, Eurostat. Analistas previam variação de 0,4% no período.

Estados Unidos

Em Wall Street, bolsas apresentam sinais opostos. Com isso, o índice Dow Jones cai 0,03% aos 20.943 pontos; o S&P 500 recua 0,12% a 2.382; e a bolsa eletrônica Nasdaq apresenta alta de 0,01% aos 5.900 pontos.

Ontem, o Federal Reserve dos Estados Unidos aumentou a taxa de juros de referência do país pela segunda vez em três meses, com uma margem entre 0,75 e 1 por cento.

Já os pedidos semanais de auxílio-desemprego nos Estados Unidos registraram queda, segundo dados do departamento do Trabalho. Na semana terminada em 10 de março, foram registrados 241 mil pedidos de seguro-desemprego. Os analistas esperavam 240 mil pedidos na semana avaliada, contra os 243 registrados na semana anterior.

Brasil

Aqui no Brasil, o Ibovespa apresenta perdas em linha com o mercado norte-americano. Há pouco, o índice, operava com queda de 0,60%, aos 65.834 pontos. O giro financeiro da bolsa marcava R$ 3.073 bilhões.

Agenda

O índice de preços ao consumidor - semanal (IPC-S) de 15 de março de 2017 apresentou variação de 0,35%, 0,01 ponto percentual (p.p.) acima da taxa registrada na última divulgação, segundo dados da Fundação Getulio Vargas (FGV). Nesta apuração, cinco das oito classes de despesa componentes do índice apresentaram acréscimo em suas taxas de variação. A maior contribuição partiu do grupo Alimentação (0,11% para 0,25%). 

Empresas

Do lado corporativo, a Contax registrou Receita Operacional Líquida (ROL) no Brasil de R$ 2.042,6 milhões em 2016, queda de 10,7% em comparação a 2015. No quarto trimestre de 2016 (4T16), a ROL foi de R$ 529,4 milhões, com aumento de 5,9% em relação ao 4T15.

Câmbio

Para finalizar, o dólar opera com ganhos de 0,10%. Há pouco, a moeda era vendida a R$ 3,114.

(MR – Agência IN)