Bolsas apresentam perdas nesta terça-feira (18)

Bolsas apresentam perdas nesta terça-feira (18) (Foto: Divulgação) Bolsas apresentam perdas nesta terça-feira (18)

As principais bolsas de valores globais apresentam perdas nesta terça-feira, 18, com investidores avaliando dados divulgados nos Estados Unidos e também pelo anúncio de novas eleições no Reino Unido. 

Ásia

Na Ásia, as bolsas encerraram o pregão no campo negativo, com exceção de Tóquio, que subiu 0,4%.

Europa

No mesmo sentido, os índices europeus finalizaram com perdas, com investidores avaliando notícias em torno do Reino Unido. Em Frankfurt, o DAX caiu 0,90%, a 12.000 pontos. Em Londres, o FTSE apresentou perdas 2,46%, aos 7.147 pontos, enquanto o CAC 40 registrou queda de 1,59%, aos 4.990 pontos.

A primeira ministra do Reino Unido surpreendeu ao anunciar que deseja novas eleições para o parlamento no dia 8 de junho. A intenção seria aumentar o tamanho o apoio no parlamento como forma de facilitar a aprovação das medidas necessárias para o Brexit.

Estados Unidos

Em Wall Street, o cenário não é diferente e bolsas caem. Com isso, o índice Dow Jones cai 0,81% aos 20.468 pontos; o S&P 500 recua 0,52% a 2.336; e a bolsa eletrônica Nasdaq apresenta queda de 0,43% aos 5.831 pontos.

A produção industrial nos Estados Unidos subiu 0,5% em março deste ano, na comparação com o mês anterior, segundo informações divulgadas hoje pelo Federal Reserve (FED, Banco Central dos EUA). Analistas previam uma alta de 0,5%. Em fevereiro, houve queda de 0,0% (número revisado). Por sua vez, a capacidade de utilização da indústria subiu para 76,1% em março, ante 75,4% em fevereiro.

Além disso, o Departamento do Comércio dos Estados Unidos divulgou que o número de construções iniciadas caiu em março, na comparação com o mês anterior. Ao todo foram iniciadas 1,215 mil construções de casas. O resultado veio abaixo do que o esperado pelo mercado, que estimava expansão para 1,250 mil casas. 

Brasil

Aqui no Brasil, o Ibovespa apresenta perdas em linha com o exterior. Há pouco, o índice, operava com queda de 0,75%, aos 63.852 pontos. O giro financeiro da bolsa marcava R$ 3.928 bilhões.

Agenda

A Ata do Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) mostra que os membros do Comitê concordaram que a extensão do ciclo de flexibilização monetária dependerá das estimativas da taxa de juros estrutural da economia brasileira, que continuarão a ser reavaliadas ao longo do tempo, mas também da evolução da atividade econômica, dos demais fatores de risco mencionados acima e das projeções e expectativas de inflação.

Por outro lado, o Índice de Preço ao Consumidor - Semanal (IPC-S) referente a semana de 15 de abril avançou em duas das sete capitais pesquisadas pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). As capitais que avançaram foram: Brasília (de 0,58% para 0,59%) e São Paulo (de 0,23% para 0,25%).

Do lado político, a leitura do relatório na comissão que discute a Reforma da Previdência na Câmara dos Deputados foi adiada para amanhã (19), segundo o presidente da comissão, deputados Carlos Marun (PMDB-MS). Ele participou na manhã de hoje (18) de um café da manhã no Palácio da Alvorada com o presidente Michel Temer, ministros de Estado e deputados da base aliada do governo.

Câmbio

Para finalizar, o dólar opera com ganhos de 0,16%. Há pouco, a moeda era vendida a R$ 3,109.

(MR – Agência IN)