Ações locatícias caem 6% em novembro

Em novembro, foram protocoladas na cidade de São Paulo 1.428 ações locatícias, segundo dados do Tribunal de Justiça de São Paulo obtidos pelo Secovi-SP (Sindicato da Habitação). Comparado às ocorrências de outubro, houve queda de 6,2% no volume de ações. "Todos os tipos de ações caíram de outubro para novembro, o que indica que inquilinos e proprietários estão preferindo a negociação a ingressar com ação no Judiciário", diz Jaques Bushatsky, diretor de Legislação do Inquilinato do Secovi-SP. Em relação a novembro de 2013 (1.329 ações), o número de processos relacionados a locação aumentou 7,4%.

Câmara de Mediação do Secovi-SP auxilia em conflitos de condomínio

Quando o assunto envolve conflitos em condomínios, a melhor alternativa é solucionar a questão da forma mais simples: por meio de uma boa conversa. Desde 2006, o Sindicato mantém esse serviço que tem como objetivo solucionar, de maneira rápida e simples, os conflitos relacionados ao mercado imobiliário, o que inclui os desentendimentos entre moradores de condomínios.

Aumento de 50% do ITBI penaliza compradores de imóveis

Na última segunda-feira, 22, Secovi-SP (Sindicato da Habitação), Abrainc (Associação Brasileira das Incorporadoras Imobiliárias), Sciesp (Sindicato dos Corretores de Imóveis no Estado de São Paulo) e SindusCon-SP (Sindicato da Construção) enviaram ofício ao prefeito Fernando Haddad pedindo veto à disposição que aumenta a alíquota do ITBI (Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis) de 2% para 3%.

  • Publicado em Imóveis

Locação residencial sobe 0,6% em novembro em São Paulo, segundo Secovi-SP

Os contratos novos de aluguéis de casas e de apartamentos na capital paulista subiram em média 0,6% em novembro relativamente aos valores vigentes em outubro de 2014. Considerando o comportamento dos últimos 12 meses, o crescimento acumulado da locação atingiu 2,5%, variação inferior ao da inflação, medida pelo IGP-M do mesmo período, que ficou em torno de 3,7%.

  • Publicado em Imóveis

Aluguel contratado em outubro na cidade de São Paulo recua 0,2%

O valor dos contratos de locação residencial assinados em outubro na cidade de São Paulo caiu 0,2%, na comparação com o mês de setembro. Em relação a outubro do ano passado, houve uma alta da ordem de 2,8%, percentual muito próximo à variação de 2,96% do IGP-M (Índice Geral de Preços - Mercado) no mesmo período. "Assim como o IGP-M, o valor dos aluguéis novos apresenta tendência de baixa. Em julho, início deste semestre, o valor contratado era 6,7% superior ao de idêntico mês de 2013. Agora é de 2,8%", compara Mark Turnbull, diretor de Locação do Secovi-SP (Sindicato da Habitação). "Tudo indica, como temos previsto nos últimos meses, que aluguel e IGP-M fecharão 2014 no mesmo patamar."

  • Publicado em Imóveis

Cai o número de ações por falta de pagamento de condomínio

Levantamento realizado mensalmente pelo Departamento de Economia e Estatística do Secovi-SP (Sindicato da Habitação) no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, mostra que o número de ações de cobrança por falta de pagamento da taxa condominial caiu 18,98% em outubro. No mês, foram ajuizadas 845 ações, contra as 1.043 registradas em setembro. Comparado a outubro de 2013 (808 registros), houve uma ligeira alta de 4,58%.

Volume de ações locatícias em São Paulo cresce 1,3% em setembro

No mês de setembro, foram protocoladas 1.610 ações locatícias na cidade de São Paulo. O número, do Tribunal de Justiça na cidade de São Paulo, representa aumento de 1,3% em comparação às 1.590 ações registradas em agosto. Na comparação com setembro de 2013 (1.395 ações), houve crescimento de 15,4%.

Assinar este feed RSS