Mercado nacional de condomínios logísticos segue com preços estáveis

  •  
Mercado nacional de condomínios logísticos segue com preços estáveis Foto: Divulgação Mercado nacional de condomínios logísticos segue com preços estáveis

A desaceleração da economia sentida no ano de 2016 não teve forte influência nos preços médios pedidos de locação do mercado nacional de condomínios logísticos de alto padrão. Os preços fecharam o ano de 2016 com os mesmos valores praticados no período anterior, fim de 2015, R$ 20,00 m²/mês. Os dados são da Colliers International Brasil.

Em relação à absorção líquida, áreas absorvidas x áreas devolvidas, os números do 4º trimestre de 2016 são bem melhores do que 2015: 219 mil m² ante 61 mil m². São Paulo e Rio de Janeiro foram responsáveis pelas maiores absorções líquidas do quarto trimestre, 126 mil m² e 92 mil m², respectivamente.

O inventário nacional passou de 10.849 mil m² no fim de 2015 para 12.472 mil m² no término de 2016, sendo que São Paulo é responsável por 62% deste total, 7.703 mil m², seguido por Rio de Janeiro (1.590 mil m²), Pernambuco (982 mil m²) e Minas Gerais (581 mil m²). Paraíba e Goiás possuem os menores inventários do Brasil, 28 mil m² e 40 mil m², respectivamente.

Quanto à taxa de vacância, houve uma elevação na taxa em comparação ao final de 2015, passando de 18% para 25%. Desde 2013, a taxa oscilava entre 17% e 18% e os principais motivos para a elevação deste índice foram as novas entregas no período associadas ao cenário macroeconômico de recessão, com queda do consumo interno no país, aumento do desemprego e redução da produção interna.

(Redação - Agência IN)