Falta de pagamento é responsável por 90,5% das ações locatícias

  •  
Falta de pagamento é responsável por 90,5% das ações locatícias Foto: Divulgação Falta de pagamento é responsável por 90,5% das ações locatícias

Em novembro, das 1.253 ações que ingressaram na Justiça, 1.134 foram motivadas por falta de pagamento do aluguel na cidade de São Paulo

Levantamento realizado pelo Secovi-SP (Sindicato da Habitação) no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo mostra que, das 1.253 ações relacionadas ao mercado de locação na capital paulista, 1.134 foram motivadas por falta de pagamento do aluguel, representando 90,5% do número total de processos na cidade de São Paulo. 

As ações para renovação compulsória de contratos comerciais com prazo de cinco anos responderam por 66 processos (5,3%). As ordinárias, relativas à retomada de imóvel para uso próprio, de seu ascendente ou descendente, reforma ou denúncia vazia totalizaram 49 casos (3,9%) e as consignatórias, quando há discordância de valores de aluguéis, motivaram 4 processos (0,3%).

"Mais que o declínio na quantidade de ações, a manutenção do patamar de distribuições indica a consolidação de um mercado forte. Alguns encontram dificuldades para pagar, mas a lei clara, com consequências conhecidas - em alguns casos, o despejo -, permite o bom rumo das locações", afirma Jaques Bushatsky, diretor de Legislação do Inquilinato do Secovi-SP.

Acumulado - De janeiro a novembro deste ano, as ações locatícias totalizaram 16.578 processos, o que representa um aumento de 2,2% em relação ao mesmo período de 2016, quando ocorreram 16.223 casos. No período de dezembro de 2016 a novembro de 2017, foram contabilizados 17.845 casos, 3,5% a mais do total registrado de dezembro de 2015 a novembro de 2016 (17.249 ações).

(Redação - Investimentos e Notícias)