Crédito com garantia facilita a compra de imóvel

Crédito com garantia facilita a compra de imóvel Foto: Divulgação Crédito com garantia facilita a compra de imóvel

Também conhecido como hipoteca e refinanciamento imobiliário a modalidade é vantajosa principalmentee para quem está pensando em adquirir um segundo imóvel.

Conforme indica um levantamento do IBGE, mais de 140 milhões de brasileiros possuem casa própria, sendo que a cada 10 imóveis, 7 podem ser utilizados como garantia em operações financeiras.

Isso significa que proprietários de casas ou apartamentos podem fazer um financiamento com garantia de imóvel, — modalidade amplamente utilizada em países da América do Norte e Europa. No Brasil, embora vários bancos concedam essa linha de crédito, boa parte da população ainda sente receio de hipotecar seu imóvel para facilitar um financiamento.

O que poucos sabem é que, além de taxas de juros reduzidas, essa opção de crédito oferece prazos mais extensos para quitação da dívida, podendo ser utilizada até mesmo para comprar outro imóvel.

No Paraná, o crédito com imóvel em garantia ainda é pouco utilizado. O aquecimento do mercado imobiliário no estado e a mudança nas regras de financiamento da Caixa Federal, faz com que mais pessoas busquem outras modalidades alternativas de financiamento tanto de imóveis comerciais como de apartamentos e casas a venda em Curitiba.

Acompanhe, a seguir, quatro mitos sobre financiamento com garantia de imóveis:

1- O banco vai tomar minha casa
Os Estados Unidos experimentou no ano 2000 um excesso descontrolado de concessões de crédito com garantias de imóveis. Isso culminou na famosa “bolha imobiliária”, um fenômeno caracterizado pela desvalorização brusca de casas, apartamentos e pela rápida execução de dívidas de hipoteca. Todo esse cenário — já superado pelos Estados Unidos — ainda assombra a mente de muitos brasileiros quando o assunto é refinanciamento imobiliário.

No entanto, é consenso entre economistas que a tomada de imóveis pelo banco em hipotecas é extremamente rara. Isto porque a concessão de crédito só é feita mediante comprovação de renda suficiente para cobrir as parcelas sem comprometer os gastos pessoais. Além disso, o financiamento com garantia de imóvel próprio possui prazos flexíveis, o que garante uma dívida de baixíssimo risco.

2- Não posso alugar meu imóvel hipotecado
A casa, terreno ou apartamento que será afiançado como garantia de pagamento pode ser ou não o local de residência do proponente. Ademais, como proprietário desse imóvel, a pessoa tem total autonomia para alugá-lo, reformá-lo e até vendê-lo. No entanto, é importante ressaltar que antes de colocar o imóvel à venda, a dívida precisa ser completamente quitada.

3- Financiamento com garantia de imóvel só é concedido à Pessoa Física
Na verdade, a hipoteca de imóvel pode ser solicitada tanto por pessoas físicas como também jurídicas, ou seja, empresários que necessitam adquirir um novo espaço comercial ou pátio de produção.

Além disso, a comprovação de renda pode ser feita de forma conjunta, isto é, com a ajuda de sócios, cônjuges ou familiares. Também é possível utilizar o faturamento do negócio para comprovar o potencial de pagamento em financiamentos para pessoa jurídica.

4- Comprar casa com hipoteca é muito burocrático
A contratação de uma hipoteca de imóvel requer vários documentos, mas isso não significa que o processo será lento ou cansativo. Apesar de todos os dados, comprovantes e assinaturas exigidas, o crédito pode ser adquirido em pouco tempo, sem burocracias.

Para isso, basta organizar com antecedência todos os documentos solicitados, além de estudar, comparar e compreender os detalhes do financiamento pretendido. Dessa forma, será possível evitar indecisões e atrasos na concessão do crédito.

Quando vale a pena comprar imóvel com refinanciamento?

Para adquirir imóveis residenciais acima de R$ 50 mil o refinanciamento imobiliário é, sem dúvidas, uma opção mais vantajosa quando comparado às linhas de crédito tradicionais. Isto porque as taxas de juros da hipoteca variam entre 1,5 % e 2% ao mês, enquanto outras operações financeiras oscilam entre 5% e 7%. Apesar de não ser ainda tão utilizado no Brasil, a expectativa de profissionais do setor imobiliário paranaense é que o crédito com garantia do imóvel poderá facilitar ainda mais a compra de imóveis em Curitiba.

No entanto, é pertinente ressaltar que todo financiamento imobiliário exige uma pesquisa sobre as melhores condições, preços e oportunidades. Para facilitar essa etapa, o site de classificados Chaves na Mão tem um banco de imóveis ideal para facilitar a busca por casas e apartamentos a venda em Curitiba.

(Redação - Agência IN)