Villa Roxa conta com três modelos de negócios

Villa Roxa conta com três modelos de negócios Foto: Divulgação Villa Roxa conta com três modelos de negócios

Em meio a um cenário de aumento do desemprego, 13,5 milhões segundo o IBGE, e queda de mais de 1 milhão no número de trabalhos com carteira assinada, conforme dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), o setor de franchising continua crescendo. A previsão da ABF - Associação Brasileira de Franchising é que o setor cresça 10% em 2017.

O Villa Roxa, rede de franquias especializada em alimentação saudável, é exemplo de sucesso nesse setor. A empresa, que tem como carro-chefe o açaí, encerrou o ano de 2016 com 31 unidades, 60% a mais que o ano anterior. A previsão, segundo o fundador Jefferson Domingos, é que em 2017 a rede inaugure mais 24 unidades, um crescimento de 77%. 'Nosso plano de expansão tem atraído cada vez mais candidatos. Temos três modelos de negócios: quiosque, loja básica e loja completa, que se adaptam a diferentes perfis de investidores e empreendedores', explica Domingos.

Para abrir um quiosque, por exemplo, é necessário o investimento inicial de R$140 mil e apenas 6,5 m². Enquanto uma loja simples de 40m² requer investimento inicial de R$ 200 mil e a completa de R$ 250 mil e 100m².

'O mix de produtos, números de funcionários e custos fixos mudam bastante dependendo do modelo de negócio escolhido. Por isso avaliamos muito bem o perfil do franqueado e o ponto de venda antes de fechar o contrato. Muitas vezes a melhor opção para um candidato, não é a melhor opção para outro', explica o fundador do Villa Roxa.

Outro diferencial da rede é ser a única franquia do Brasil que possui fábrica própria, onde todo o processo de produção é feito, desde a despolpa até a entrega do produto final. São duas fábricas, na cidade de Santana, no Amapá e em Cambuí, Minas Gerais. Com isso, a franqueadora consegue garantir o mesmo nível de qualidade do produto durante todo o ano. Além disso, a empresa também não sofre com a entressafra do fruto, oferecendo o produto com o mesmo preço em qualquer estação, garantindo a margem de lucro do franqueado, e a satisfação dos clientes.

O mix de produtos também é outro ponto positivo. Além do carro-chefe, o açaí, que conta com mais de 60 opções de acompanhamento, o Villa Roxa possui no cardápio sanduíches naturais, vitaminas, smoothies, salada de frutas, sucos funcionais, tostados, grelhados com salada , entre outros.

Confira as Fichas dos três modelos disponíveis:

Ficha de Franquia - Villa Roxa
Modelo de Negócio: Quiosque
Investimento inicial: 140.000
Faturamento médio mensal: 45.000
Lucro líquido: De 20% à 35%
Prazo de retorno: De 9 a 15 meses
Taxa de franquia: 45.000
Capital de giro: 15.000
Royalties: 5% sobre o faturamento bruto
Taxa de publicidade: 2% sobre o faturamento bruto
Área mínima/metragem: 6,5 m2
Nº de funcionários necessários: De 2 a 4
Prazo de contrato: 5 anos
E-mail:O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo." target="_blank"> O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
Tel: +55 11 3660-2201
Modelo de Negócio: Loja básica
Investimento inicial: 200.000
Faturamento médio mensal: 60.000
Lucro líquido: 20% à 35%
Prazo de retorno: 9 a 16 meses
Taxa de franquia: 45.000
Capital de giro: 20.000
Área mínima/metragem: 40 m2
Nº de funcionários necessários: 3 a 6

Modelo de Negócio: Loja completa
Investimento inicial: 250.000
Faturamento médio mensal: 80.000
Lucro líquido: 20% a 35%
Prazo de retorno: 9 a 15
Taxa de franquia: 35.000
Capital de giro: 30.000
Royalties: 5% do bruto
Área mínima/metragem: 100 m2
Nº de funcionários necessários: 5 a 12

(Redação - Agência IN)