Xuxa e SMZTO Participações lançam franquia de casas de festas

Xuxa e SMZTO Participações lançam franquia de casas de festas (Foto: Divulgação) Xuxa e SMZTO Participações lançam franquia de casas de festas

Em 2012, com o sonho de levar alegria para os baixinhos de todo o Brasil, Xuxa e a SMZTO Participações, holding de franquias multissetoriais, firmaram sociedade para lançar a Casa X, a primeira rede de franquias de casas de festas infantis do país.

Por Michele Rios
Entrevistados: Xuxa e José Carlos Semenzato – sócios da Casa X

IN: De onde surgiu a ideia de lançar a Casa X?
Xuxa: A Casa X é um sonho muito antigo. Quando a Sasha nasceu, eu ia aos aniversários e ouvia as pessoas cantando o meu parabéns e já pensava, um dia vou fazer uma Casa de Festas com o meu DNA. Quando começamos a conversar sobre o assunto eu já tinha tudo na minha cabeça. E quando me perguntaram quem poderia fazer o cenário, eu na mesma hora chamei o Gringo Cardia, que faz o Cirque Du Soleil e grandes shows. O Gringo abusou da temática sobre sustentabilidade, respeito a natureza e aos outros... Na Casa X os baixinhos vão brincar e aprender ao mesmo tempo.

IN: Qual o objetivo do empreendimento?
Xuxa: A minha ideia é ter o maior número de Casas X no Brasil, o mais rápido possível, e poder levar a Turma da Xuxinha, que os baixinhos conhecem pelos DVDs, para todos os cantos do Brasil. O meu sócio, Semenzato, tem a experiência em franquias que eu precisava para fazer um negócio assim.

IN: Qual o público da rede?
Xuxa: Estamos preparados para atender todos os públicos. Gravei vídeos personalizados de parabéns para baixinhos e altinhos. Acho que a nave também vai fazer muito sucesso entre os maiores, ela comporta até 300 kg.

xuxa3

IN: Por que decidiram investir no mercado de franquias?
Xuxa: Como eu disse, a Casa X é um sonho antigo, faltava alguém com experiência em franquia que quisesse sonhar junto comigo. O Semenzato é perfeito porque trabalha neste ramo há mais de 20 anos e já nos conhecíamos de uma parceria antiga e de sucesso na minha Fundação.

IN: Como foi feita a escolha do negócio?
Xuxa: Participei de tudo desde a criação do logo. Tivemos todo o cuidado para escolher cada detalhe, fazer toda a casa acessível para os baixinhos especiais. E, apesar de muitos 'xis' e de ter o meu DNA, o aniversariante pode escolher o tema que ele quiser: super-herói, princesa, personagem de desenho. Na Casa X é assim: você sonha e a gente faz a festa!

IN: Qual o diferencial da Casa X para as outras casas de festas já existentes?
Xuxa: Fizemos muitas pesquisas pra chegar até o que é a Casa X, não só analisando o que já foi feito por outras casas de festas, como chamando excelentes profissionais como o Gringo Cardia para acrescentar com novas ideias. As atrações, alimentação, acessibilidade, recreação, além é claro do meu DNA, tudo foi pensado e estudado. Acho que agora, com as inaugurações, vamos aprender ainda mais com as necessidades de cada região.

xuxa2

IN: Como foi feita a escolha do cardápio tanto para pais quanto para filhos?
Xuxa: Fiz questão de um cardápio com opções saudáveis, sem frituras, onde as pessoas possam escolher a seu gosto, tanto os pais quanto os baixinhos.

IN: Quantas unidades já estão em funcionamento? E quantas pretendem inaugurar até o final de 2014?
Xuxa: Temos mais de 50 franquias. Duas em funcionamento - uma em Tatuapé (São Paulo) e outra em Ponta Grossa (Paraná) -  e mais de 25 franquias em obras.

xuxa1

IN: Ao todo quanto foi investido na abertura da primeira unidade?
José Carlos Semenzato: Investimos aproximadamente R$ 10 milhões na construção do Projeto, entre pesquisas, criação de marca, projetos, dentre outras. Já na primeira franquia foi investido em torno de R$ 1,3 milhões.

IN: Quanto a rede pretende faturar em 2014?
Semenzato: Em 2014 a Franqueadora deve faturar em torno de R$ 7 milhões, considerando que temos apenas 2 unidades Casa X  em operação e 25 com obras em andamento. Devemos inaugurar mais 3 ou 4 unidades ainda este ano.

IN: Com relação a segurança. Qual o diferencial? Como foi feita a escolha dos brinquedos?
Semenzato: Desde a criação do projeto, nossa grande preocupação foi com a segurança e para isso, contratamos profissionais e empresas que cumpram com todos os protocolos de segurança, seguindo todas as normas técnicas na construção dos brinquedos e cenografia da Casa X. Para selecionar os brinquedos e atividades da Casa X, fizemos uma pesquisa completa com pais e também com crianças no target, o que nos permitiu focar apenas no desejo das crianças e pais, tornando a Casa X super desejada pelas crianças e também pelos pais. As primeiras festas já mostraram que estamos no caminho certo. Queremos gerar uma verdadeira emoção nas crianças, emoção que seja eternizada em suas mentes.

IN: Quanto o interessado deve desembolsar para ter uma franquia da rede?
Semenzato: O investimento varia de R$ 1 milhão a R$ 2,3 milhões, dependendo da cidade e do tamanho da Casa X a ser montada.

IN: Para finalizar, vocês investiram em campanha de marketing. Quanto?
Semenzato:  Investimos R$ 2 milhões em feiras de Franquias e eventos que geraram muita visibilidade para a marca e também muitos interessados em todo o Brasil. A Casa X é conhecida em todo o Brasil e o Franqueado ao inaugurar, terá grande facilidade para angariar clientes.)