Índice Nacional da Construção Civil varia 0,58% em julho/2017

O Índice Nacional da Construção Civil (SINAPI) apresentou variação de 0,58% em julho, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Essa foi a maior taxa do ano de 2017, situando-se 0,20 ponto percentual acima dos 0,38% de junho. Os últimos doze meses ficaram em 4,25%, resultado acima dos 3,86% registrados nos doze meses imediatamente anteriores. Em julho de 2016 o índice foi 0,20%.

Confiança da construção avança em julho

Índice de Confiança da Construção (ICST) da Fundação Getulio Vargas avançou 0,4 ponto em julho, para 74,6 pontos, retornando ao patamar de março de 2017 (76,5 pontos), considerando-se dados ajustados sazonalmente.

Custo da construção civil varia 0,38% em junho

O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi), calculado pelo IBGE, apresentou variação de 0,38% em junho, ficando 0,08 ponto percentual acima da taxa do mês anterior (0,30%). Os últimos 12 meses ficaram em 3,86%, resultado abaixo dos 4,52% registrados nos 12 meses imediatamente anteriores. Em junho de 2016 o índice foi 1,02%.

Varejo de materiais de construção fechou 248 vagas em maio

O varejo de materiais de construção da Região Metropolitana de São Paulo (RMSP) apresentou um saldo negativo de 248 vagas em maio, resultado proveniente de 2.206 admissões e 2.454 desligamentos. É um cenário menos favorável do que o revelado em abril, quando foram criadas 71 vagas nos setores representados pelo Sincomavi (Sindicato do Comércio Varejista de Material de Construção, Maquinismos, Ferragens, Tintas, Louças e Vidros da Grande São Paulo). Com esse resultado, 2017 acumula apenas 57 postos de trabalho abertos. Já o saldo dos últimos doze meses permanece negativo: 2581 vagas eliminadas. Na comparação interanual houve melhora do cenário, uma vez que foram perdidas 586 vagas em maio de 2016.

Diminui queda da atividade na indústria da construção

O indicador de nível atividade na indústria da construção ficou em 44,1 pontos e o de número de empregados no setor alcançou 42,7 pontos em maio. Embora mostrem retração da atividade e do emprego, o ritmo da queda dos dois indicadores está menor do que o registrado no ano passado, informa a Sondagem Indústria da Construção divulgada nesta terça-feira (27) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Confiança da Construção tem ligeira alta em junho

O Índice de Confiança da Construção (ICST), da Fundação Getulio Vargas, variou 0,2 ponto em junho, atingindo 74,2 pontos, considerando-se dados ajustados sazonalmente. Com o resultado, o índice retorna ao nível de setembro de 2016.

INCC-M registra variação de 1,36% em junho

O Índice Nacional de Custo da Construção – M (INCC-M) registrou, em junho, taxa de variação de 1,36%, acima do resultado do mês anterior, de 0,13%, segundo dados da Fundação Getulio Vargas (FGV). O índice relativo a Materiais, Equipamentos e Serviços registrou variação de 0,02%. No mês anterior, a taxa havia sido de -0,04%. O índice referente à Mão de Obra registrou variação de 2,48%. No mês anterior, a taxa de variação foi de 0,27%. 

Índice Nacional da Construção Civil varia 0,30% em maio

O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi), calculado pelo IBGE, apresentou variação de 0,30% em maio, ficando 0,15 ponto percentual acima da taxa do mês anterior (0,15%). Os últimos 12 meses ficaram em 4,52%, resultado abaixo dos 5,07% registrados nos 12 meses imediatamente anteriores. Em maio de 2016 o índice foi 0,83%.

Assinar este feed RSS