Professores dão dicas específicas para segunda fase da Fuvest e v

  •  
Professores dão dicas específicas para segunda fase da Fuvest e v (Foto: Divulgação) Professores dão dicas específicas para segunda fase da Fuvest e v

Entre os dias 7 e 16 de janeiro acontecem a segunda fase dos vestibulares de duas das mais concorridas universidades do país, USP e Unicamp. Para ajudar os cerca 35 mil vestibulandos que enfrentarão as provas, os professores do Me Salva! prepararam algumas dicas.

Preparação

Às vésperas da prova, o mais importante é manter a calma e revisar conteúdos por meio de resumos. Aqueles esquemas elaborados ao longo do ano – principalmente os idealizados e executados pelo próprio estudante – representam um adequado método para recordar a matéria.

Fuvest - USP

Tendo em vista as provas aplicadas devido ao curso escolhido, a melhor dica é dedicar-se às disciplinas pertinentes para o curso de cada candidato.

Unicamp

Pensando na prova de redação, relembrar as definições de gênero e tipo textual é imprescindível!
Habilidades exigidas

Fuvest - USP

Lembrar-se da organização das provas é muito importante. Na segunda fase, além das provas de Português (10 questões discursivas de interpretação de texto e de literatura), Redação, História, Geografia, Matemática, Física, Química, Biologia e Inglês (total de 16 questões) temos, ainda, as provas de acordo com a carreira escolhida (12 questões no total). 

Para cada curso, há uma lista de disciplinas pertinentes; por isso, o número de questões por disciplina pode variar. Por exemplo, para o curso de Jornalismo, temos as provas de História e Geografia; para o curso de Economia, Matemática, História, Geografia.

Unicamp

A segunda fase aplica provas dissertativas: são seis questões de cada disciplina e essas questões solicitam estas habilidades: a) expressar-se com clareza; b)organizar ideias; c)estabelecer relações; d)interpretar dados e fatos; e)elaborar hipóteses; f)dominar os conteúdos das áreas do conhecimento desenvolvidas no ensino médio.

As provas aplicadas são estas: Química, Física, e Biologia; História, Matemática e Geografia (6 questões); Língua Portuguesa e Literaturas de Língua Portuguesa (6 questões) e Redação (duas produções).
Perfil das provas e redação

Fuvest - USP

A prova de redação da FUVEST segue um perfil "clássico", aquele mais frequente em vestibulares. A proposta de redação organiza-se em dois momentos: primeiramente, a apresentação do assunto, por meio de textos de apoio; em seguida, a formalização de um enunciado responsável por delimitar o tema a ser abordado; quanto ao gênero textual solicitado, trata-se do que conhecemos como redação escolar ou dissertação de vestibular, isto é, um texto argumentativo.

A dica mais importante é esta: ler com atenção os textos de apoio, apreender informações e conceitos (em geral, temos um conjunto de textos) para, então, buscar na sua enciclopédia ideias acerca do assunto e do tema a serem abordados. Nos últimos anos, tivemos temas que versaram sobre aspectos da brasilidade e temas universais, como o conceito de utopia.

Um palpite? Nós apostamos em questões humanitárias, como a crise dos imigrantes na Europa, as consequências da guerra ou, ainda, os moradores de rua.

Unicamp

Umas das características das provas dissertativas da UNICAMP são os dois questionamentos por questão, cada pergunta exige a elaboração de dois aspectos. O candidato deve estar atento, pois a não execução de um dos itens implica descontos na nota.

Quanto à redação, o perfil da UNICAMP é único, diferencia-se dos demais vestibulares e do ENEM. Enquanto estes solicitam, geralmente, dissertações-argumentativas, a UNICAMP encaminha duas "tarefas" de redação (o nome "proposta de redação" não é utilizado. Cada uma dessas tarefas descreve um contexto de comunicação em que o ato de escrever e o ato e ler foram necessários; em outras palavras, o candidato lê a descrição de um cenário cujos sujeitos envolvidos (produtor do texto e leitor) e texto a ser escrito são distintos. Uma vez que a situação de comunicação modifica-se, o gênero textual a ser produzido também é alterado.

O que esperar da prova? Absolutamente tudo! Um candidato preparado sabe desse perfil de prova e dedica-se a reconhecer as funcionalidades dos gêneros textuais.

Preparação para as provas

Esse preparo faz parte do método de estudo do candidato, afinal, dependendo do seu curso, algumas disciplinas repetem-se nas provas. Devido ao tempo escasso, revisar com mais fôlego os conteúdos dessas disciplinas é o melhor caminho para um bom desempenho no dia da prova.

(Redação – Investimentos e Notícias)