Educação a distância é uma das tendências da educação superior no Brasil

Educação a distância é uma das tendências da educação superior no Brasil (Foto: Divulgação) Educação a distância é uma das tendências da educação superior no Brasil

Com previsão de crescimento de 10% a 15% ao ano, podendo chegar a 1,96 milhão de matrículas em 2018, a modalidade de educação a distância (EAD) é uma das principais tendências da educação superior no Brasil. Com a função de democratizar o acesso à educação, um dos grandes desafios desse formato é ofertar um serviço de qualidade à população. 

O presidente da Ilumno no Brasil e reitor da Universidade Veiga de Almeida, Arlindo Cardarett Vianna, considera que as instituições precisam criar um referencial de qualidade para a educação a distância no país e que ainda há muito a ser melhorado. “Estamos convencidos de que a chave principal para o êxito das atividades da Ilumno no Brasil, a exemplo do que já acontece em outros países, é o nosso compromisso absoluto com a qualidade, que é reconhecida pelos alunos, pela sociedade e pelo setor de ensino superior como um todo”, ressalta.

Vianna aponta que não apenas na modalidade a distância, mas na educação como um todo, o processo de virtualização do ensino superior é o caminho para potencializar o binômio ensino-aprendizagem de todos os alunos. Nesse sentido, a Ilumno tem investido fortemente em ferramentas e tecnologias. “Acredito que num curto espaço de tempo não faremos mais distinção entre ensino presencial e EAD, pois estamos falando do processo de evolução pelo qual o ensino superior já vem passando em outros países, e nossa experiência na América Latina tem comprovado essa tendência”, destaca.

Segundo estudo encomendado pela Ilumno à Hoper Educação, consultoria especializada no segmento, o aumento da participação da educação a distância nos próximos anos deverá resultar em mudanças na formação dos docentes, na metodologia e na didática, além do relacionamento dos alunos com os professores.

O estudo Ilumno/Hoper também aponta a tendência de uma maior participação de grupos internacionais, por meio de fusões e aquisições, além da formação de consórcios entre instituições para compartilhamento de serviços. Também é prevista uma intensificação das parcerias estratégicas com empresas especializadas, para transmissão de cursos e desenvolvimento de conteúdo e atividades. 

A Ilumno Brasil já atua na prestação de serviços para a gestão de instituições de ensino superior, sendo o Centro Universitário Filadélfia (Unifil), em Londrina, a primeira instituição cliente. Este segmento da empresa, até 2020, receberá investimentos de R$ 173 milhões para a implementação, desenvolvimento e consolidação de um modelo. No mesmo período, está prevista a aplicação de recursos na ordem de R$ 1 bilhão em toda a rede, que também serão aproveitados pelas instituições brasileiras.

(Redação – Investimentos e Notícias)