Amor ou dinheiro? Como escolher a profissão na hora do vestibular

  •  
Amor ou dinheiro? Como escolher a profissão na hora do vestibular (Foto: Divulgação) Amor ou dinheiro? Como escolher a profissão na hora do vestibular

Escolher um curso específico na hora da inscrição do vestibular pode parecer bem mais complicado do que parece. E nesta hora surgem muitas dúvidas como, por exemplo, escolher o curso por amor a profissão ou dinheiro. A psicóloga Elisabeth Cupertino da Silva Benedetti afirma que esta é uma questão muito particular. “Sabemos que o dinheiro e status é algo presente na vida do individuo, mas pode causar em muitos casos o descontentamento e desgaste do profissional, e quando pensamos em amor a profissão o reconhecimento e o prazer com que se empenha se torna gratificante”, ressaltou.

Segundo a psicóloga, pensar na área desejada e fazer uma ligação com sua personalidade, é um primeiro passo. “Isso porque o individuo muitas vezes se identifica com a profissão, mas sua personalidade e caraterísticas não condizem com o desempenho da função. Então o interessante é que este trabalho seja feito com trocas de informações com a família, com profissionais da área desejada e um teste vocacional também é recomendado”, disse.

Vale destacar que o teste vocacional faz uma ligação de áreas de atuação possíveis, com áreas que o individuo deseja, e este trabalho elabora uma reflexão e possibilidades de escolhas de profissão muito eficazes.

Para finalizar, a psicóloga também destaca que o mercado de trabalho também influência na escolha do curso. “Principalmente em se tratando do momento atual do nosso país, onde muitos profissionais desistiram de seus cursos, pois não veem expectativas de melhoras, buscando outras alternativas de profissão”, explicou Elisabeth. Ela ainda destaca que o contato com a profissão amplia o conceito sobre o curso e trabalha a perspectiva em relação a profissão.

(MR – Agência IN)