BB liberará R$ 1 bilhão em crédito para projetos de agroenergia no Oeste Paranaense

O Banco do Brasil deve investir nos próximos anos até R$ 1 bilhão na região do Oeste Paranaense, em linhas de financiamento voltadas à produção de energia a partir da biomassa. O Programa Agro Energia foi lançado nesta quinta-feira (18), em uma solenidade no Espaço Milton Santos, no Parque Tecnológico Itaipu, em Foz do Iguaçu. Voltado, na região, ao biogás, o programa conta com a parceria da Itaipu Binacional e do Centro Internacional de Energias Renováveis - Biogás (CIBiogás), entre outros.

 

Paraná firma contrato para divulgar dados sobre qualidade de água

Um contrato entre a Agência Nacional de Águas (ANA – agência regulatória do setor) e o Instituto de Águas do Paraná (IAP) prevê o repasse de R$ 3,74 milhões para a agência paranaense até 2021 pelo cumprimento de metas de monitoramento e divulgação de dados da qualidade da água.

Oeste do Paraná tem potencial de expansão em energias renováveis

Instigados por exemplos implantados e pelas mudanças na Resolução Normativa (REN) nº 482/2012, integrantes da Câmara Técnica (CT) de Energias do Programa Oeste em Desenvolvimento (POD) buscam novas oportunidades para a cadeia energética da região. Biogás e energia solar fotovoltaica foram os tipos de geração mais citados durante o 3º encontro do grupo, que reuniu cerca de 65 pessoas na semana passada em Cascavel, tendo em vista as características do território.

Intenção de Consumo das Famílias continua a crescer no Paraná

A pesquisa Intenção de Consumo das Famílias (ICF), elaborada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), e divulgada regionalmente pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR), apresentou crescimento no Paraná de 3,5% entre os meses de agosto e setembro de 2016. O índice ficou em 87,8 pontos, 1% de queda na relação com setembro de 2015.

Instituto desenvolve tecnologias para incrementar cafeicultura no PR

O Estado do Paraná produziu em uma safra mais de 21 milhões de sacas de café de 60kg na década de 1960, com produtividade de aproximadamente 13 sacas por hectare. No entanto, o parque cafeeiro paranaense foi drasticamente reduzido a partir da década de 1970 em decorrência de fatores climáticos que afetaram expressivamente a produção, como geadas, o que motivou a erradicação de áreas do café, substituídas pelo cultivo de soja e trigo, entre outros.

Intenção de Consumo das Famílias avança em agosto no PR

A Pesquisa de Intenção de Consumo das Famílias (ICF), elaborada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), e divulgada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR), aponta para um crescimento da intenção de consumo das famílias paranaenses em agosto. O índice teve elevação de 4,3% na comparação entre julho e agosto deste ano. Quando comparada a agosto de 2015, a ICF apresentou queda de 5%.

Frio continua a impulsionar comércio no Paraná

As quedas das temperaturas registradas no Paraná entre abril e maio ajudaram a impulsionar as vendas do comércio, que demonstraram leve incremento entre esses dois meses, na ordem de 1,96%. O índice é puxado principalmente pelos setores de calçados (36,73% de aumento), óticas (17,63% de aumento), vestuário e tecidos (17,44% de aumento). Os dados são da Pesquisa Conjuntural do Comércio, realizada mensalmente pela Fecomércio PR.

Assinar este feed RSS