Saldo dos cartões de crédito chegou a R$ 180 bi em março

Saldo dos cartões de crédito chegou a R$ 180 bi em março (Foto: Divulgação) Saldo dos cartões de crédito chegou a R$ 180 bi em março

O crédito total do sistema financeiro, incluindo operações com recursos livres e direcionados, ficou em R$ 3,1 trilhões em março de 2017, conforme relatório mensal do Banco Central do Brasil divulgado ontem, 26. O volume mensal manteve-se estável na passagem de fevereiro para março e caiu 2,7% na comparação com março de 2016.

O total de crédito destinado à pessoa física somou R$ 1,58 trilhão em março, ficando estável em relação ao mês anterior e apresentando crescimento 3,7% em doze meses. Desse total, os recursos livres movimentaram R$ 810 bilhões, ligeiro crescimento de 0,5% em relação ao mês anterior e de 1,1% em 12 meses.

De acordo com a Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito (Abecs), o saldo dos cartões de crédito chegou a R$ 180 bilhões em março – crescimento de 8,3% quando comparado com o mesmo período de 2016 e crescimento de 0,6% em relação ao mês anterior.

A participação do saldo dos cartões em relação ao volume total de crédito de recursos livres à pessoa física subiu de 20,6% para 22,2% entre março de 2016 e março de 2017.

Em março, o saldo de cartões em operações com parcelamento lojista e período de graça cresceu 9,8% em relação ao mesmo período de 2016, chegando a R$ 129,8 bilhões – o que representa 72,2% de todo o volume de cartões de crédito no mês. Isso significa que o consumidor usa cada vez mais o cartão como meio de pagamento e financiamento, em compras à vista e parceladas. Essa foi a maior expansão anual desde julho de 2015.

Já as operações com juros cobrados pelos emissores atingiram R$ 50 bilhões, o que representa 27,8% do saldo de cartões. O uso dos cartões com juros vem declinando gradativamente ao longo do período analisado.

A inadimplência fechou março de 2017 em 7,5%, com queda de 0,2 p.p. em relação ao mês anterior, atingindo o menor patamar desde julho de 2015.

Segundo levantamento da Abecs, a taxa de juros do rotativo do cartão de crédito teve queda de 39% na primeira semana do mês de abril – de 3 a 7 de abril –, em comparação com o mesmo período de março, chegando a 296,3% ao ano (12,2% ao mês).

(Redação - Agência IN)