CORREÇÃO: Banco Mundial duplica capacidade anual de crédito

  •  

Correção da nota publicada às 10:14hs.

O Banco Mundial (BM) anunciou nesta terça-feira que duplicará sua capacidade anual de empréstimo aos países emergentes, como Brasil e México, na esperança de alcançar o objetivo de erradicar a pobreza extrema até 2030.

"Agora temos a capacidade de quase duplicar nossos empréstimos anuais aos países com rendas intermediárias, de 15 bilhões de dólares a um máximo de 28 bilhões", anunciou o presidente do Banco, Jim Yong Kim, durante um discurso em Washington.

Como consequência, a linha de crédito para países como Brasil, México e China aumentará a partir deste ano 2,5 bilhões de dólares, a 19 bilhões, embora acompanhada de um maior custo de empréstimo.

O limite de crédito para a Índia alcançaria os 20 bilhões de dólares.

Com este aumento de potência financeira, em uma década o Banco Mundial planeja incorporar 100 bilhões de dólares a sua capacidade de crédito para alcançar cerca de 300 bilhões de dólares, afirmou Kim.

"Este aumento da contundência financeira não tem precedentes no BM", acrescentou o presidente da instituição, enfatizando que o objetivo é a luta contra a pobreza.

Segundo os dados do Banco Mundial, dois terços das pessoas que vivem com menos de 1,25 dólar no mundo estão concentradas em cinco países, incluindo economias emergentes como Índia e China.

O organismo busca também adiantar-se à concorrência de outros atores das políticas de desenvolvimento, tanto privados como públicos.

Kim reconheceu que os governos e empresas podem encontrar financiamento e transferência de conhecimento em muitos outros lugares.

Com o objetivo de aumentar seus recursos, o Banco Mundial iniciou em 2013 um plano de redução de seu orçamento de funcionamento e tem previsto revisar seus regulamentos para poder aumentar sua capacidade de ajudar os mercados internacionais.

(Redação com AFP - Agência IN)

Última modificação emTerça, 01 Abril 2014 16:39