Setor de locação de automóveis enfrenta dificuldades com novas regras do IPI

  •  
Setor de locação de automóveis enfrenta dificuldades com novas regras do IPI Divulgação

O governo realizou recentemente algumas mudanças nas regras, o que implicou na prorrogação do desconto no Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para carros. Isto ocorreu em função de que a alíquota para automóveis com motor 1.0, que está atualmente em 3%, deveria sofrer um aumento para 7% a partir de hoje.

As novas regras vão fazer novamente com que o setor de locação de veículos passe por dificuldades. É o que afirma a Associação Brasileira das Locadoras de Automóveis (ABLA). A diminuição no IPI para carros novos acaba gerando entraves na desmobilização dos ativos das locadoras, o que, por conseguinte, inibe uma parte dos recursos os quais seriam de extrema importância para um aumento mais expressivo da frota.
O diretor de Relações Internacionais da ABLA, Paulo Gaba Jr., explica que o setor aluga automóveis, e que esta representa a atividade fim deles. Ressalta ainda que não são revendedores, porém, também tampouco são colecionadores. “Faz parte do negócio o momento de desmobilizar ativos e, nesse sentido, também é importante que as ‘regras do jogo’ não mudem repentinamente, dificultando o planejamento das empresas”, fala.
As mudanças, que ocorreram de forma repentina, vão exigir, principalmente por parte das locadoras um planejamento mais minucioso. O diretor diz que o segmento já vem demonstrando maturidade suficiente para que possa administrar sozinho sua frota. Ele acrescenta ainda que, dede que as regras sejam claras e mantidas, as companhias se planejam e conseguem atuar, não importa se for em um mercado com impostos mais altos ou mais baixos.

(Redação- Agência IN)