Como usar o LinkedIn para se recolocar no mercado de trabalho

Principal referência quando o assunto é destacar-se profissionalmente e encontrar oportunidades – de emprego ou negócios, o LinkedIn é relativamente pouco explorado como rede social na busca por resultados, conforme explica o especialista em marketing digital Fábio Ricotta. Nessa rede, é possível incluir o perfil profissional, listando as habilidades, atividade atual, empresas pelas quais passou, além de cursos e treinamentos já realizados. O empresário explica porque a rede social é uma ótima ferramenta para buscar recolocação no mercado de trabalho, e destaca os 3 passos necessários para destacar no LinkedIn:

LinkedIn revela as 10 profissões menos compreendidas pelos pais em todo o mundo

A carreira de Designer de Interface de Usuário pode parecer sedutora, mas conversar sobre essa profissão com os pais pode ser um grande desafio. Uma pesquisa mundial conduzida pelo LinkedIn revelou ser essa a profissão que os pais têm mais dificuldade para entender, sendo que 8 a cada 10 pais admitem que não se sentem confiantes para definir corretamente a função.

EY firma parceria estratégica com LinkedIn

Ernst & Young (EY) e o LinkedIn acabam de anunciar uma parceria estratégica. O objetivo da aliança é oferecer, conjuntamente, serviços para auxiliar empresas ao redor do mundo a utilizar a tecnologia, redes sociais e técnicas inovadoras de venda para aumentar a eficácia de suas estratégias de mercado.

Walter Longo é o mais novo influencer do LinkedIn

O presidente da Grey Brasil, Walter Longo, é o mais novo integrante da seleta lista de influencers do LinkedIn, a maior rede profissional do mundo. Em seu primeiro artigo, “Exteligência e a busca de informação”, ele destaca a importância da curadoria como uma vantagem competitiva no mundo dos negócios.

Fundador do Buscapé anuncia saída pelo LinkedIn

Lançada em outubro de 2015, a nova plataforma de notícias do LinkedIn é um novo espaço para profissionais compartilharem seus conhecimentos e suas experiências com a rede. Prova disso é o artigo de Romero Rodrigues publicado hoje no Pulse, anunciando sua saída do cargo de CEO do Buscapé e apontando Rodrigo Borer, liderando a operação brasileira da empresa desde 2010, como seu substituto.

Assinar este feed RSS