Lucro líquido da Cielo atinge R$ 994 milhões no 2T17

A Cielo anunciou nesta quarta-feira, 02, que o lucro líquido atribuível aos controladores aumentou 0,5%, para R$994,3 milhões no segundo trimestre (2T17), quando comparado aos R$989,2 milhões no 2T16. Em relação ao 1T17, o lucro líquido atribuível aos controladores apresentou redução de 0,7%.

Socopa troca Cielo (CIEL3) por Suzano PNA (SUZB5)

Foram dois fatores chaves que determinaram o comportamento da Bovespa no decorrer da última semana: maior otimismo no cenário internacional e melhora das expectativas em relação ao desempenho da economia doméstica. No computo final do período, o Ibovespa emplacou alta de 2,56%, aos 57.002 pontos – maior patamar desde 15 de maio de 2015.

Cielo abre primeira loja de rua no bairro do Brás, em São Paulo

A Cielo, credenciadora líder na América Latina, inaugura nesta sexta-feira (22) a sua primeira loja de rua no Brasil. Localizada no bairro do Brás, um dos centros de compras mais movimentados de São Paulo, a nova loja física chega para aproximar a Cielo ainda mais dos pequenos e médios empreendedores e reforça a aposta em um novo canal de relacionamento com os clientes da companhia, que abre seu segundo endereço na capital paulista dedicado ao atendimento ao público.

Índice Cielo registra retração de 3,3% no varejo em outubro

A receita de vendas do comércio varejista ampliado teve uma retração de 3,3% em outubro em relação ao mesmo período do ano passado, depois de descontada a inflação que incide sobre o setor varejista. É o que aponta o Índice Cielo do Varejo Ampliado (ICVA), divulgado na segunda-feira (16). Em setembro, o índice havia registrado retração de 3,4%, também em relação ao mesmo mês de 2014 e com o desconto da inflação.

Reputação corporativa da Cielo vale US$ 11 bilhões

A Cielo foi eleita a empresa com melhor reputação corporativa no Ranking Brasil 2015, organizado pela Reputation Dividend, consultoria britânica especializada em análise quantitativa de reputação. O estudo incluiu 34 empresas de capital aberto e teve como base os mais altos valores de mercado, liquidez e cobertura de analistas. As vinte melhores reputações corporativas no Brasil listadas no ranking correspondem a US$ 130 bilhões em valor para os acionistas. A reputação da Cielo corresponde a US$ 11 bilhões e 45% do valor de mercado da companhia.

Assinar este feed RSS