Sul é a região que melhor remunera os executivos de marketing em 2015

  •  
Estudo de Remuneração da Michael Page aponta que algumas posições obtiveram um incremento de até 25% no salário Foto: Divulgação Estudo de Remuneração da Michael Page aponta que algumas posições obtiveram um incremento de até 25% no salário

A recessão econômica pode ter afetado o “budget” anual dos departamentos de marketing das companhias, mas ainda não impactou a remuneração dos executivos na região Sul do País. É o que aponta o Estudo de remuneração 2015 da Michael Page, que consultou mais de 100 mil profissionais, nos últimos 12 meses, em seis regiões do país, dos setores de Serviços, Farmacêutico, TI e Telecom, Química e Agronegócios, Agências de Publicidade, Bancos, Construção Civil e Bens de Consumo.

O levantamento indica que os executivos de marketing que atuam nos segmentos do bens de consumo, no região Sul, tiveram os maiores aumentos salariais em 2015, em relação à outras regiões do Brasil. Este é o caso do Diretor de Unidade de Negócio que obteve um incremento aproximado de 25% na renumeração em comparação com 2014.

Já o Gerente de Grupo/Categoria e o Gerente de Inteligência de Mercado também ganharam acréscimos de cerca de 24% e 23%, respectivamente. O Gerente de Inovações também conseguiu 23%.

Para a Patricia Tourinho, gerente executiva da Michael Page do escritório de Curitiba, as companhias que atuam nos estado do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul vem, nos últimos anos, profissionalizando seus quadros em várias áreas, inclusive, em marketing. “Com a intensificação dos desafios pertinentes ao momento econômico nacional, cortes aconteceram e algumas cadeiras não foram repostas, isso faz com que os gestores sejam mais exigidos e assumam mais do que uma função. Por essa razão algumas empresas optam por “seniorizar” suas equipes. Com isso, a remuneração desses executivos é impactada positivamente”, explica a executiva.

Profissionais de marketing que atuam nos setores de serviços B2B e TI e Telecom também conseguiram aumentos na remuneração acima da inflação. Destaque para os cargos de Gerentes de Marketing Online, Princing e de Comunicação.

(Redação - Agência IN)