Engajamento é a ferramenta de gestão mais importante para CEOs

  •  
Engajamento é a ferramenta de gestão mais importante para CEOs Divulgação Engajamento é a ferramenta de gestão mais importante para CEOs

Diretores de Recursos Humanos e CEOs compartilham da mesma percepção para as empresas atingirem resultados positivos. É o que aponta pesquisa da Michael Page realizada com mais de 400 profissionais do setor e CEOs.

De acordo com os dados do levantamento, 30% dos profissionais de RH consultados consideram o engajamento a principal ferramenta de gestão para conseguir resultados positivos nas empresas. A mesma pergunta feita apenas para CEOs alcançou aderência de 41% dos entrevistados.
Já remuneração e talent management são lembrados por 21% e 20%, respectivamente, dos executivos de RH. Já para os CEOs, os mesmos fatores representam 24% e 23%.

Conforme a pesquisa, employer branding corresponde a 17% das melhores práticas de gestão para os executivos de RH, enquanto que para os CEOs apenas 6%. Já as ferramentas e ações de treinamento, para os profissionais de RH representaram 12% e para o alto escalão somente 6%.   

“É fundamental para o RH participar efetivamente das decisões estratégicas desde a sua concepção, para um melhor planejamento do desenvolvimento organizacional e consequente desenvolvimento das equipes de alta performance. A área de Recursos Humanos ainda sofre com o não alinhamento e falta de informação, o que cria uma pressão exacerbada, que poderia ser evitada com um melhor fluxo de comunicação nas corporações. A pesquisa mostra que há uma leve evolução, mas que a proximidade entre RH´s e CEOs precisa aumentar.” – avalia Sérgio Sabino, Diretor de Marketing e Planejamento Comercial do Michael Page na América Latina.

Ainda de acordo com os dados da pesquisa, 22% dos gestores de recursos humanos consideram que treinamento e gestão do conhecimento é o grande desafio do setor. Já 20% e 19% dos consultados estão preocupados com retenção de talento e remuneração, respectivamente. 16% apontam transformação cultural e desenvolvimento de liderança como desafios de gestão. 13% acreditam em atração de talentos e 10% em assessment e coaching.

(Redação – Agência IN)