Como voltar ao mercado de trabalho?

  •  
Como voltar ao mercado de trabalho? Foto: Divulgação

O profissional que deseja se recolocar no mercado de trabalho, perante o momento econômico, deve compreender que há concorrência com muitos outros candidatos e, portanto, deve gerar uma impressão positiva no selecionador.

Com isso, seguem algumas dicas para se destacar e se destacarem e encontrarem sua recolocação.

É importante ter claro que as empresas buscam um perfil que se encaixe à cultura, liderança e função da organização, assim, não "passar" no processo seletivo não é nada pessoal; essa certeza ajudará o candidato a manter a auto estima.

Outro aspecto é a pontualidade. Se o candidato não consegue chegar no horário estipulado no processo, dará indícios de um atraso recorrente e, com certeza, estará desclassificado apesar de suas habilidades.
Caso a empresa esteja decidindo entre dois profissionais com o mesmo perfil, a seleção ocorre, muitas vezes, em função da facilidade de chegada (ou logística), por questões de contenção de custos.

Ademais, o pretendente deve saber qual empresa o está contratando, bem como sua visão, missão e respectivos valores. Se possível, é igualmente válido observar as possibilidades de agregar valor à companhia. Isso conta pontos no momento da entrevista.

Evite, no entanto, implorar pela vaga usando comentários abusivos sobre suas despesas e sua situação. Às vezes seu perfil é adequado à cultura da organização, mas não àquela vaga específica.

Mantenha, também, seus aparelhos eletrônicos desligados e procure se informar sobre o momento econômico, como o valor do dólar, taxa de crescimento de desemprego, movimentos políticos. Todavia, não enverede a conversa para suas crenças ideológicas, defendendo ou criticando assuntos políticos delicados.

Use de seu autoconhecimento, tenha clareza de suas habilidades e competências: isso renderá mais segurança na hora da entrevista.

Antes de sair de casa, observe a sua aparência e faça um check-list, no caso das mulheres: maquiagem, apresentação, perfume, comprimento e limpeza da roupa escolhida; já aos homens: alinhamento do terno ou paletó, camisas de manga comprida, sapatos.

Cuidado com a Língua Portuguesa, tanto na parte escrita como durante a conversa, evitando diminutivos que depreciam o local: lojinha, mercadinho, entre outros.

Escreva o período de sua disponibilidade para o mercado e, caso não consiga uma remuneração, comece a pensar em trabalhar por conta própria.

Por fim, não faça perguntas relativas à remuneração. Deixe que o entrevistador conduza essa questão; o selecionador verificará se o seu perfil serve para, depois, abrir valores.

*Margareth Bianchini é Professora da Universidade Presbiteriana Mackenzie Palestrante.

(Redação - Agência IN)