CESAR lidera ranking de melhores mestrados profissionais em Ciência da Computação

CESAR lidera ranking de melhores mestrados profissionais em Ciência da Computação Foto: Divulgação CESAR lidera ranking de melhores mestrados profissionais em Ciência da Computação

O Mestrado Profissional em Engenharia de Software (MPES) do CESAR, um dos principais centros de Inovação do Brasil, é o melhor curso do país na categoria Ciência da Computação. A avaliação é da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), que divulgou o ranking na última terça-feira (19). Com nota 4, o MPES foi analisado entre os meses de agosto e setembro, juntamente com todas as pós-graduações stricto sensu em funcionamento no Sistema Nacional de Pós-Graduação (SNPG) nos últimos quatro anos.

Atualmente, o CESAR é o único centro de pesquisa no país com mestrados profissionais em Engenharia de Software e em Design. Além disso a instituição possui cursos presenciais e online na área de TIC, e a partir de 2018 também oferecerá dois cursos de graduação, sempre seguindo a metodologia Problem Based Learning – aprendizado baseado em problemas.“Em nossos cursos, focamos em resoluções de problemas vividos pelo CESAR e também por nossos parceiros e clientes, sempre pensando nas necessidades do mercado”, explica Sergio Cavalcante, superintendente da organização. Dezesseis turmas, entre os Mestrados Profissionais de Engenharia de Software e Design, já foram formadas.

O curso
Uma “fábrica de software”. É isso que os estudantes encontram ao ingressarem no MPES. “Dentro dessa fábrica, os estudantes trabalham e criam soluções em Tecnologia da Informação e Comunicação para empresas reais do mercado”, enfatiza Cavalcante. O acesso à rede de parcerias desenvolvida pelo CESAR ao longo de 21 anos de atuação permite que os alunos conheçam as reais necessidades de um mercado altamente competitivo.

Ecossistema
Empatado com o CESAR no topo da lista também está o Mestrado Profissional em Ciência da Computação do Centro de Informática da UFPE. O feito vem para consolidar Recife como a capital nacional em termos de capacitação em tecnologia.

(Redação - Agência IN)