Sundance Channel estreia filmes e documentários brasileiros em dezembro

Curitiba Zero Grau, O Samba que Mora em Mim e Aterro vão ao ar no próximo mês Foto: Divulgação Curitiba Zero Grau, O Samba que Mora em Mim e Aterro vão ao ar no próximo mês

O Sundance Channel selecionou um filme e dois documentários nacionais para estrear em sua programação em dezembro. Curitiba Zero Grau, dirigido por Eloi Pires Ferreira, de O Sal da Terra, vai ao ar no dia 6, terça-feira, às 21h10. O documentário O Samba que Mora em Mim acompanha os preparativos para o desfile da Mangueira no carnaval do Rio de Janeiro e será exibido no dia 12, segunda-feira, às 19h40. Aterro é um documentário que retrata a vida de mulheres que foram percursoras na reciclagem de lixo no país nos anos 1960 e chega às telinhas no dia 16, sexta-feira, às19h30.

Mais detalhes sobre os três filmes abaixo:

Curitiba Zero Grau/ Brasil/Diretor: Eloi Pires Ferreira

Dirigida por Eloi Pires Ferreira (O Sal da Terra) e estrelada por Jackson Antunes (O Palhaço, Mais Forte que o Mundo) o filme conta a história de quatro homens: um motoboy, um motorista de ônibus, um catador de papeis e um vendedor de automóveis. Suas vidas se cruzam na capital paranaense numa noite gelada. Filme vencedor, em 2011, da CINESUL - Festival Latino-Americano de Cinema e Vídeo.

Elenco: Jackson Antunes, Edson Rocha, Lori Santos

Imagens: https://we.tl/l1mleb0qVS

O Samba que Mora em Mim/Brasil/Diretora: Georgia Guerra Peixe

O documentário de Georgia Guerra Peixe – sobrinha do maestro Guerra-Peixe – retrata os preparativos para o desfile da Mangueira no carnaval do Rio de Janeiro. Ao visitar a escola, a cineasta se depara com histórias de pessoas que moram no morro. No longa, Georgia também conta sobre sua própria experiência com o samba e sobre sua infância enquanto ouve sambas-enredo da Mangueira. Em 2010 o documentário foi premiado na 34ª Mostra de Cinema de São Paulo.

Imagens: https://we.tl/Z3r8tFwVr6

Aterro/Brasil/Diretor: Marcelo Reis

Dirigido por Marcelo Reis, o documentário retrata a vida de sete mulheres precursoras da reciclagem de lixo no Brasil nos anos 1960 e discute a respeito do futuro do lixo no país. O longa instiga a reflexão de como o lixo é tratado no país e o impacto que ele causa. Premiado no Third World Independent Film Festival de 2011.

Imagens: https://we.tl/Z56Yzmqk3l