Festival transforma Jurerê Internacional em um grande palco instrumental

De 20 de abril a 1° de maio de 2017, Capital catarinense tem 12 dias de programação com mais de 40 shows, a maioria gratuitos Foto: Divulgação De 20 de abril a 1° de maio de 2017, Capital catarinense tem 12 dias de programação com mais de 40 shows, a maioria gratuitos

​​​​Referência como destino turístico para o verão e fora do eixo Rio-São Paulo, o badalado balneário de Jurerê Internacional, em Florianópolis, se transforma nesta estação em um grande palco instrumental, onde o jazz e o acesso gratuito à maior parte das apresentações dão o tom principal: a 7​ª​ edição do Jurerê Jazz Festival inicia no dia 20 de abril e até ​​1° de maio realizará em 12 dias mais de 40 eventos musicais, apresentados ao público em dois grandes palcos dotados de infraestrutura com cobertura e ao lado do mar. Um convite para a família toda e para piqueniques de outono à beira-mar, ainda mais que a programação se estende pelos feriados de Tiradentes e Dia do Trabalho.

 

Viabilizado desde o seu início por leis de incentivo à cultura, o festival tem 95% da sua programação desta edição gratuita. Poucas apresentações têm venda de ingressos, como a que reunirá no mesmo palco o cantor e compositor norte-americano JJ Jackson (hoje radicado em São Paulo) com o gaitista Flávio Guimarães, da banda carioca Blues Etílicos (21/4, 20h), e o show intimista e exclusivo que a cantora Maria Gadú fará no festival (também em 21/4), cantando standards de jazz e blues. Estes acontecerão no hotel Jurerê Beach Village, ainda no famoso balneário da Ilha.

No mesmo local a diva da bossa & jazz Leny Andrade se apresent​​ará com o violonista e compositor de Florianópolis Luiz Meira (22/4), que nos últimos anos vem atuando ao lado de importantes nomes da MPB e acompanhando Gal Costa em suas turnês. A apresentação vai ser antecedida por outra parceria de sucesso: o viol​o​nista e guitarrista paulista Cássio Moura fará show acompanhado da cantora gaúcha Jana Gularte, com quem vem dividindo os palcos de Florianópolis há pelo menos três anos.

"O Grande Encontro" de Alceu Valença, Elba Ramalho e Geraldo Azevedo será o show de encerramento do festival, no feriado de 1° de maio, em um grande palco à beira-mar no Parador 12 de Jurerê, com ingressos à venda. Mas até lá o público terá mais de 30 bons espetáculos para assistir de graça, e também perto do mar, na Plataforma Zero do Jurerê Open Shopping e na área externa do hotel Il Campanario Resort - que ficam um ao lado do outro, no coração de Jurerê Internacional, planejados para a realização de eventos ao ar livre. Palco, cobertura para proteger de eventuais chuvas e uma estrutura completa para o conforto do público estão entre as características da programação gratuita do Jurerê Jazz. O público poderá levar cadeiras, toalhas de praia, bebidas e petiscos para piqueniques e até mesmo seus pets para os shows ao ar livre.

A fila de espetáculos abertos ao público será puxada no feriado de Tiradentes pelo guitarrista porto-alegrense Rick Boy Slim, no dia 21 de abril, às 17h, no Jurerê Open Shopping, seguido no mesmo local pelo gaitista catarinense Otávio Marcolla (18h) e pelo gaitista Flávio Guimarães (19h), da banda carioca Blues Etílicos, em apresentação solo antes do show em parceria com JJ Jackson (este às 20h, no hotel Jurerê Beach Village, com ingressos à venda pela Blueticket). A diversidade estará presente em performances como a da banda Africania, de feira de Santana (BA), que estuda as múltiplas linguagens da percussão e promove um diálogo rítmico do jazz com a música caribenha e o psytrance (28/4, 21h, aberta ao público).

O saxofonista Derico, do Quarteto do Jô, é destaque em três apresentações no Jurerê Jazz, nos dias 20, 21 e 22/4, às 21h, no Il Campanário Resort (o ingresso será apenas couvert artístico). Na primeira data, que será o show de abertura do festival, ele é convidado da banda M.nesa, de Florianópolis (20/4, 21h), conhecida por fazer música instrumental acessível e sem afetações. Nas outras duas noites será o saxofonista quem receberá convidados em seu palco entre os músicos participantes do festival, que tem como marca unir importantes nomes do cenário internacional e nacional com músicos locais, e em muitas ocasiões promovendo parcerias entre eles. "Queremos dar visibilidade aos artistas, formar plateia e democratizar o acesso a um produto cultural que, esperamos, seja reconhecido nos próximos anos pela relevância do seu conteúdo", explica o criador e idealizador do evento, o produtor cultural Abel Silva, da A2 - Música e Comportamento.

Há ainda vários destaques locais ao longo dos 12 dias de Jurerê Jazz e muitos oriundos do cenário musical gaúcho, como a banda Delicatessen, que vendeu discos até no exterior com seus standards de jazz com bossa-nova (dia 27/4, 20h30); o vocalista, baixista, compositor e letrista gaúcho Mustache Maia, hoje radicado em Florianópolis (22/4, 18h); e o multi-instrumentista Alegre Corrêa, que também migrou para a Capital catarinense e foi vencedor do Grammy Awards 2010 como guitarrista do disco "75", de Joe Zawinul & The Zawinul Syndicate (Heads Up International), na categoria “Melhor Álbum de Jazz Contemporâneo” (29/4, 20h30).

Jovem promissor no cenário do jazz, nascido na capital catarinense e com mestrado no gênero concluído na Universidade da Geórgia após uma temporada de 10 anos nos Estados Unidos, Felipe Coelho participa desde a primeira edição e também é destaque num dos pontos fortes do evento: a diversidade de estilos da música instrumental. Nos EUA ele tocou com nomes como o trompetista Randy Brecker, o saxofonista Kenny Garrett e o guitarrista nova-iorquino Frank Vignola, e vai apresentar no dia 1° de maio o disco autoral "Hora Certa", pautado não só pelo jazz, mas também pela world music instrumental influenciada pela música brasileira, flamenca, indiana, erudita e experimental.

O Jurerê Jazz Festival é uma realização da A2 ​- Música e Comportamento, com produção de Abel Silva. A programação completa, e que ainda vem sendo atualizada com novas atrações, está em www.jurerejazz.com.

(Redação - Agência IN)