“O Homem das Cavernas” segue em temporada no Teatro Folha

“O Homem das Cavernas” segue em temporada no Teatro Folha Foto: Evaristo Sánchez “O Homem das Cavernas” segue em temporada no Teatro Folha

No mês de maio as sessões acontecerão as quartas e quintas-feiras

A comédia “O Homem das Cavernas” segue em temporada no Teatro Folha com sessões às quartas e quintas-feiras no período de 03 de maio a 01 de junho, às 21h.

O espetáculo escrito por Rob Becker conquistou milhões de pessoas nos aproximadamente 40 países em que é encenado. É uma deliciosa comédia que trata sobre o relacionamento de homens e mulheres de forma divertida e inteligente.

O ator Norival Rizzo faz a versão brasileira e volta a atuar no espetáculo, garantindo o riso do espectador. A peça é uma divertida brincadeira sobre as formas como homens e mulheres se relacionam, fazendo com que ambos os sexos se reconheçam e morram de rir. Norival Rizzo interpreta um homem que reavalia sua vida amorosa enquanto, inspirado no homem das cavernas, disseca as diferenças entre homens e mulheres.

Com um efeito pacificador nos desentendimentos entre homens e mulheres, a primeira montagem estreou em São Francisco, em 1991, e foi rapidamente levada para Dallas, Washington, Philadelphia e Chicago, antes de sua estreia na Broadway, em 1995. Depois de dois anos e meio e 702 apresentações no teatro Helen Hayes Theater, “O Homem das Cavernas” entrou no livro dos recordes como o monólogo que mais tempo ficou em cartaz na história da Broadway.

Rob Becker escreveu “O Homem das Cavernas” depois de um período de três anos de estudo informal de antropologia, pré-história, psicologia, sociologia e mitologia. Usou como base as informações para criar um texto com grande capacidade de comunicação com o público.

O diretor Alexandre Reinecke conta que a montagem será apresentada com novo cenário e figurino, mas manterá o estilo da direção visto na primeira temporada em 2010. “Faço uma grande parceria com o Norival. Já o dirigi em outros espetáculos e esta experiência serve para esta remontagem, que faz uma um paralelo divertido e pertinente entre o homem das cavernas e o homem contemporâneo”, observa o diretor, que também trabalhou com Norival Rizzo nas peças “Adultérios”, de Woody Allen, e “O Sucesso a Qualquer Preço”, de David Mamet.

O ator Norival Rizzo observa que a sua percepção sobre um texto teatral muda constantemente, de acordo com as novas experiências vividas e com o tempo de realização de uma temporada. O texto é o mesmo, mas a percepção para a obra resulta em outras nuances na atuação. “Agora estou percebendo muitos detalhes diferentes no espetáculo”, conta o ator que em 2005 recebeu o Prêmio Shell de Melhor Ator pelo espetáculo “Oração Para um Pé-de-Chinelo”, de Plínio Marcos, e direção de Reinecke.
Hoje a peça “O Homem das Cavernas” pode ser visto nos seguintes países: Austrália, Áustria, Bélgica, Canadá, Croácia, República Checa, Dinamarca, Estônia, Finlândia, França, Alemanha, Grécia, Guatemala, Hungria, Islândia, Irlanda, Israel, Itália, Japão, Letônia, Lituânia, México, Holanda, Noruega, Polônia, Rússia, Eslováquia, Eslovênia, África do Sul, Coreia do Sul, Espanha, Suécia, Suíça, Reino Unido, Estados Unidos, Argentina, Coréia e China.

(Redação - Agência IN)

Última modificação emQuarta, 26 Abril 2017 07:40