Defesa de Lula recorre ao STJ para evitar prisão

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva recorreu hoje (30) ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) para evitar a eventual prisão de Lula após o último recurso que será julgado pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), sediado em Porto Alegre.

Julgamento de Lula movimenta robôs nas redes sociais

O julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), em Porto Alegre (RS), foi o evento político com maior repercussão nas redes sociais desde a abertura do processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, em abril de 2016. Somente na quarta-feira (24), houve 1,21 milhão de menções no Twitter sobre o julgamento apenas no Brasil. Para efeitos de comparação, a greve geral de 28 de abril de 2017 mobilizou 1,1 milhão de menções no Twitter no dia em que ocorreu, segundo dados do Monitor de Temas da FGV/DAPP. Já a abertura do processo de impeachment da então presidente Dilma Rousseff, em abril de 2016, mobilizou 1,5 milhão de menções também em 24 horas.

 

Lula é condenado a 12 anos e 1 mês de prisão no caso do tríplex

O julgamento que ocorreu nesta quarta-feira, 24, pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), em Porto Alegre – RS marcou a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no caso do Tríplex.
Os três desembargadores da 8ª Turma que estavam responsáveis pelo caso votaram a favor de manter a condenação e ampliar a pena de prisão do ex-presidente por corrupção passiva e lavagem de dinheiro em relação ao tríplex que fica no Guarujá - SP.

TRF-4 condena Lula em 2ª instância por lavagem de dinheiro e corrupção

No julgamento que ocorreu nesta quarta-feira, 24, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), em Porto Alegre - RS, votou pela condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Os três desembargadores da 8ª Turma responsáveis pelo caso votaram a favor de manter a condenação e ampliar a pena de prisão do ex-presidente por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex em Guarujá (SP).

Relator no TRF4 vota por condenação de Lula

O relator dos recursos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Tribunal Regiona Federal da 4ª Região (TRF4), desembargador João Pedro Gebran Neto, votou pela manutenção da condenação do petista e aumentou a pena para 12 anos e um mês de reclusão e 280 dias-multa. Para o desembargador, a pena de Lula deve ser cumprida em regime fechado. O juiz federal Sérgio Moro, em primeira instância, estabeleceu 9 anos e 6 meses de prisão.

Assinar este feed RSS