Dono da Riachuelo, Flávio Rocha, desiste de candidatura à Presidência da República

  •  
Dono da Riachuelo, Flávio Rocha, desiste de candidatura à Presidência da República Foto: Divulgação

Flávio Rocha, dono da Riachuelo, não será mais candidato à Presidência da República nas eleições 2018. O empresário, que se filiou ao PRB, desistiu de ser candidato ao cargo de presidente, abrindo espaço para que sua legenda apoie outro candidato à corrida ao Planalto.

O partido de Rocha está no meio de um grupo que vem discutindo a possibilidade de uma aliança com Ciro Gomes, do PDT, ou com Geraldo Alckmin, do PSDB. No entanto, ao que tudo indica, a escolha se voltará ao político tucano, embora a sigla não confirme tal informação.

De acordo com aliados de Flávio Rocha, a saída do candidato ocorreu como um gesto em prol do país. O partido do político deverá, inclusive, fazer um apelo pela união das forças de centro com o intuito de apoiar um único projeto.

Ao deixar a candidatura, o empresário afirmou que está abrindo espaço para o diálogo para uma proposta mais adequada ao Brasil. Além disso, o partido disse que é preocupante apostar nos extremos e, por isso, deve investir em outras alternativas.

Flávio afirmou que retomará seu trabalho à frente da Riachuelo, onde presidirá o conselho de administração. Porém, ele não deixará sua plataforma política, o Brasil 200, que defende um Estado liberal na economia e conservador nos costumes.

Ele também garantiu que não será vice de nenhum candidato e que não tem quem apoiar por enquanto.

Amanhã, 14, os presidentes dos quatro partidos do centrão –PRB, DEM, PP e Solidariedade– se reunirão em São Paulo para discutirem qual caminho tomar a partir de agora.

(Redação - Investimentos e Notícias)