Bolsonaro e Lula são os candidatos mais citados no Twitter

  •  
Bolsonaro e Lula são os candidatos mais citados no Twitter (Foto: Divulgação) Bolsonaro e Lula são os candidatos mais citados no Twitter

Desde março, a Scup Social utiliza o Twitter para identificar a manifestação dos usuários da rede social sobre a intenção de voto nos principais presidenciáveis das eleições 2018. Desde então, os pré-candidatos Jair Bolsonaro, do PSC, e Lula, do PT, vêm sendo os nomes mais comentados. O conservador assume a liderança, acumulando pouco mais de 21 mil citações, onde uma média de 72% assumem querer votar nele. Já o petista acumula cerca de 13 mil tweets e uma aprovação de 64%. O resultado compreende o período entre 1º de março de 30 de junho de 2018.

Ciro Gomes (PDT) e Manuela d’Avila (PCB) crescem pouco a pouco no número de menções. Um fator responsável por isso é a exposição na mídia, que provocou um aumento da visibilidade nas redes sociais. Ciro passou de 173 citações no mês de março para 717 em maio, quando participou do programa de entrevistas Roda Viva, transmitido pela TV Cultura. Se a sua chance de ser eleito dependesse dos usuários do Twitter, no entanto, essa possibilidade estaria cada vez mais longe. Em maio, 69,2% das pessoas expressaram que não votaria nele e, em junho, o resultado foi bem próximo, com 60,6% das menções contra o candidato.

Manuela d’Avila participou do mesmo programa no mês de junho. Em meio a polêmicas em torno do grande número de interrupções em sua fala quando comparado a entrevistados homens, o que gerou uma forte discussão sobre o machismo, a candidata ganhou um expressivo espaço nos comentários do Twitter. Quando em maio ela recebeu 225 menções, em junho este número mais que dobrou: foram 511 citações e a maioria, 65,4%, afirmou querer votar na gaúcha. 

Com as eleições presidenciais se aproximando e o início das campanhas eleitorais na televisão, a tendência é que o número de menções a políticos no Twitter cresça cada vez mais. Em 4 meses foram mais de 50 mil tweets monitorados. Para Marina dos Anjos, Gerente de Marketing da Scup, as redes sociais funcionam como uma segunda tela e apresentam um raio X da opinião dos brasileiros. “O Twitter é um espaço democrático, onde cada um pode expressar a sua opinião. Monitorar o que as pessoas dizem sobre determinado assunto nos ajuda a ter uma base do cenário atual. Apesar de não definir nem ter nenhuma relação com o resultado final, estes recursos podem ajudar políticos a identificarem os pontos a favor e contra da sua campanha”.

(Redação – Investimentos e Notícias)