Tensões comerciais ainda ficam no radar dos investidores

  •  
Tensões comerciais ainda ficam no radar dos investidores (Foto: Pexels) Tensões comerciais ainda ficam no radar dos investidores

Embora o Donald Trump tenha declarado que o acordo entre as duas principais do mundo (EUA e China) ainda pode acontecer, não foi o bastante para atenuar o viés baixista de quinta-feira, 09, do mini contrato futuro de índice. Soma -se ainda as declarações do Copom na leitura fraca da economia, que ainda é digerida pelo mercado. 

De acordo com analistas da Toro Investimentos, o contrato futuro de dólar também seguiu as influências do cenário externo. As tensões comerciais ainda ficam no radar tanto quantos as falas de Trump e Xi Jinping como o acordo comercial o acordo comercial entre as duas potencias.

Política 

Na noite de ontem, quinta-feira, o presidente Jair Bolsonaro se reuniu com os membros do PSL, a pauta se concentrava em alinhamento após todos os imbróglio sobre reforma administrativa. No âmbito político também fica no radar a retirada do Coaf do ministério da Justiça, apresentando uma derrota para Sérgio Moro. 

Economia 

Nesta manhã a Fundação Getúlio Vargas (FGV) divulgou a prévia do IGP-M no mês de maio, apresentando uma alta de 0,58%, uma baixa quando comparado a prévia do mês de abril, quando registrou alta de 0,62%. Já o IBGE divulgou o IPCA do mês de Abril, apresentando alta de 0,57%, já nos últimos 12 meses acumula alta de 4,58%.

Empresas

A Vale (VALE 3 ) apresentou prejuízo de R$ 6,4 bilhões no primeiro trimestre de 2019 , o maior desde 2015. 

Nesta mesma linha o Carrefour (CRFB 3 ) registrou um lucro de R $441 milhões neste 1 T19 , um avanço de 58 % na comparação anual.

A Sabesp (SBSP) registrou um lucro de R$ 647,3 milhões no 1 T19 , uma alta de 12 % quando comparado ao 1 T18. 

As lojas Americanas (LAME4) também divulgaram seus números deste primeiro semestre de 2019, um prejuízo de R$53 milhões.

Ativos em destaque 

As empresas abaixo estão no radar para uma possível recomendação de Curto Prazo no dia de hoje. Tudo vai depender do comportamento de suas ações após a abertura do pregão e de entrada de fluxo favorável.

BPAC11
Preço compra R$ 40,44

LAME4
Preço compra R$ 15,80

(Redação – Investimentos e Notícias)