Telefônica Brasil esclarece sobre distribuição de JCP

  •  
Telefônica Brasil esclarece sobre distribuição de JCP Foto: Divulgação Telefônica Brasil esclarece sobre distribuição de JCP

Em continuidade ao Aviso aos Acionistas de 17 de junho de 2019, publicado nas edições de 18 de junho de 2019 no jornal Valor Econômico e no jornal Diário Oficial do Estado de São Paulo, a Telefônica Brasil S.A. comunica que não ocorreram aquisições, alienações ou cancelamentos de ações mantidas em tesouraria no âmbito do Programa de Recompra de Ações da Companhia. Assim, os valores unitários por ação referente aos Juros Sobre Capital Próprio deliberados pelo Conselho de Administração em 17 de junho de 2019 permanecem inalterados, conforme descrito na tabela abaixo:

Ações Ordinárias
Pessoas Jurídicas imunes ou isentas (valor bruto): 0,53759029367
Imposto de Renda Retido na Fonte - 15%: 0,08063854406
Pessoas Jurídicas e Físicas Tributadas (Valor líquido: 0,45695174961

Ações Preferenciais (*)
Pessoas Jurídicas imunes ou isentas (valor bruto): 0,59134932303
Imposto de Renda Retido na Fonte - 15%: 0,088870239845
Pessoas Jurídicas e Físicas Tributadas (Valor líquido: 0,50264692458
(*) 10% maior que o atribuído a cada ação ordinária, conforme artigo 7º do Estatuto Social da Companhia.

O crédito dos Juros sobre Capital Próprio será realizado de forma individualizada a cada acionista, com base na posição acionária constante nos registros da Companhia ao final do dia 28 de junho de 2019.

Após esta data as ações serão consideradas “ex-juros”. O pagamento desse provento será realizado até o final do exercício social de 2020, devendo a data ser definida pela Diretoria da Companhia.

(Redação - Investimentos e Notícias)