Sanesalto anuncia pagamento de juros de debêntures

A Sanesalto Saneamento S.A. anunciou hoje, 13, aos detentores das debêntures referentes à 3ª Emissão de Debêntures, Série Única, emitida em 18/12/2019, que no dia 19 de outubro pagará juros no valor unitário de R$ 4,29253591 (quatro reais, vinte e nove milhões, duzentos e cinquenta e três mil e quinhentos e noventa e um centésimos de milionésimos de centavos).

Termelétrica Pernambuco III anuncia pagamento de juros

A Termelétrica Pernambuco III anunciou aos detentores das 1ª, 2ª, 3ª e 4ª séries das debêntures da 1ª Emissão de Debêntures Simples, não Conversíveis em Ações, da espécie com garantia real e garantia fidejussória adicional (as “Debêntures”), todas nominativas e escriturais, emitidas em 15 de novembro de 2013, que, no dia 09 de outubro de 2020,efetuará os pagamentos referentes aos Juros Remuneratórios das Debêntures.

Pagamentos de juros crescem 1,6% no 1S20

R$ 278,8 bilhões. Esse foi o montante que o sistema financeiro recebeu pelos juros cobrados de pessoas físicas e jurídicas no Brasil no primeiro semestre do ano. É o que indica estudo realizado pela FecomercioSP, com base em dados do Banco Central (BC) – um valor 1,6% maior em comparação ao primeiro semestre de 2019.

JSL anuncia pagamento de juros e amortização

A JSL anunciou aos debenturistas da 10ª Emissão de Debêntures Simples, Não Conversíveis em Ações, da Série Única, emitida em 20/03/2017, o valor do pagamento de juros e amortização a ser realizado em 21de setembro de 2020, da seguinte forma:

Manutenção da taxa de juros era esperada pelo mercado, diz ACSP

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) anunciou nesta quarta-feira (16) a manutenção da taxa básica de juros em 2% neste momento.

Segundo Marcel Domingos Solimeo, economista da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), o BC agiu de forma correta. “A decisão do Copom de manter a Selic estável foi correta e era esperada pelo mercado pois, embora a inflação ainda se encontre em níveis bastante abaixo da meta, existem fortes pressões de preços dos alimentos, mas se espera que seja transitórias”, avalia.

(Redação - Investimentos e Notícias)

  • Publicado em Economia
Assinar este feed RSS