Fundos de investimento têm captação líquida de R$ 63,7 bilhões em julho

Segundo a ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais), os fundos de investimento registraram captação líquida de R$ 63,7 bilhões entre os dias 1º e 31 de julho. Esse foi o melhor mês de 2020 - o resultado corresponde à diferença entre os R$ 761,9 bilhões aplicados e os R$ 698,2 bilhões resgatados pelos investidores.

Intenção de Investimentos recua no segundo trimestre

O Indicador de Intenção de Investimentos da Fundação Getulio Vargas recuou no segundo trimestre de 2020 para o menor nível da série iniciada em 2012. O indicador mede a disseminação do ímpeto de investimento entre as empresas, colaborando para antecipar tendências econômicas. Houve queda nos quatro setores pesquisados em relação ao trimestre anterior. A maior queda (63,2 pontos) e menor nível (56,3 pontos) foram observados na Indústria. Pela primeira vez na série histórica, iniciada em 2016 nos demais setores, o menor patamar não ficou com o setor da Construção.

Mercado de capitais registra queda de 13,6% no 1S20

A ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais) anunciou nesta terça-feira, 7, dados sobre o mercado de capitais. Segundo a instituição, aa empresas brasileiras emitiram R$ 150 bilhões em instrumentos do mercado durante o primeiro semestre de 2020.

Embraer anuncia investimento na Tempest

A Embraer anunciou hoje, 1º, a assinatura de contrato para investimento no capital da Tempest Security Intelligence, resultando em uma participação acionária majoritária na empresa.

 

Empresas movimentam R$ 19,7 bi no mercado de capitais em março

Segundo dados da ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais), as emissões das empresas brasileiras no mercado de capitais totalizaram R$ 19,7 bilhões em março e R$ 81,4 bilhões no primeiro trimestre, mesmo com todo a situação da pandemia de Covid-19.

 

Fundos de ações têm captação líquida de R$ 8,3 bilhões em março

Os fundos de ações registraram captação líquida de R$ 8,3 bilhões em março, de acordo com dados da ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais) divulgados nesta segunda-feira (06). No primeiro trimestre, a classe acumula entradas líquidas de R$ 45 bilhões, contra R$ 16,7 bilhões no mesmo período do ano passado.

Assinar este feed RSS