Inepar anuncia aumento do capital social

A Inepar anunciou que foi aprovado o aumento do capital social da Companhia no valor total de R$ 28.185.872,55, mediante emissão particular de 398.266 novas ações ordinárias (que serão em tudo idênticas às ações ordinárias já existentes da Companhia), pelo preço de emissão de R$ 70,7714757293 por ação. Do Valor do aumento de capital anteriormente mencionado, R$ 3.165.273,49 serão destinados à conta de capital social, e R$ 25.020.599,06 serão destinados à formação de reserva de capital.

Inepar homologa aumento do capital social

A Inepar S.A. Indústria e Construções - Em recuperação judicial, comunica aos seus acionistas que, em Reunião do Conselho de Administração realizada no dia 1 de julho, foi homologado o aumento do capital social da Companhia no valor total de R$ 471.991,00, representativos de 85.588 novas ações escriturais nominativas ordinárias sem valor nominal, (que serão em tudo idênticas às ações ordinárias já existentes da Companhia), decorrentes das seguintes conversões de debêntures: 

Inepar anuncia aumento do capital

A Inepar anunciou foi homologado o aumento do capital social da Companhia no valor total de R$ 84.202,00, mediante emissão de 1.184 novas ações ordinárias (que serão em tudo idênticas às ações ordinárias já existentes da Companhia), em decorrência da conversão de 84.202 debêntures da 6ª Emissão, conversíveis em ações, da primeira série, emitidas na forma da deliberação da Assembleia Geral Extraordinária de 25.11.2015 e do Instrumento Particular de Escritura de Emissão celebrado em 28.12.2015. Cada debênture foi convertida, nos termos da escritura, à razão de 0,0141299865 ações ordinárias, sendo desprezadas as frações, se houver.

Inepar anuncia pagamento de dividendos

A Inepar anunciou que os créditos oriundos dos dividendos declarados na AGO de 02 de maio de 2011, ainda estão pendentes de liquidação no sistema da B3 e do escriturador Bradesco. Paralelamente, a Companhia já procedeu a parametrização da base de dados (lista nominal dos titulares dos dividendos) emitida pelo escriturador Bradesco e pela B3, já estando apta ao pagamento.

Valores mobiliários da Inepar voltam à negociação normal

A B3 informa que, considerando o envio das Informações Trimestrais – ITR referentes aos períodos findos em 31/03/2017 e 30/06/2017, cuja não entrega havia motivado a decisão de cancelamento de listagem e o processo de negociação não continua, a partir do pregão de 13/03/2018, os valores mobiliários de emissão da empresa voltam a negociação normal, ficando afastado o cancelamento de listagem que estava previsto para 13/03/2018.

(Redação - Investimentos e Notícias)

B3 anuncia deslistagem da INEPAR

A B3 anunciou que, entre os pregões de 09/02/2018 a 12/03/2018, os valores mobiliários de emissão da INEPAR serão submetidos ao procedimento de leilão durante toda a sessão de negociação, com o fechamento de negócios ao final do pregão (negociação não continua), sendo que, em 13/03/2018, a listagem da companhia será cancelada, tendo em vista o descumprimento de requisitos previstos no Regulamento para Listagem de Emissores e Admissão a Negociação de Valores Mobiliários da B3.

(Redação – Investimentos e Notícias)

Inepar S/A Indústria e Construções - Inepar Telecomunicações e Inepar Equipamentos e Montagens S/A

inepar

INEPAR S.A. INDÚSTRIA E CONSTRUÇÕES
CNPJ/MF 76.627.504/0001-06 - NIRE 35.3.0035492-3
Companhia Aberta

INEPAR TELECOMUNICAÇÕES S.A.
CNPJ/MF nº 00.359.742/0001-08 - NIRE 41.3.0001901-1
Companhia Aberta

INEPAR EQUIPAMENTOS E MONTAGENS S.A.
CNPF/MF 02.258.422/0001-97 - NIRE 35.3.0035368-4
Companhia Aberta

 

FATO RELEVANTE

 

INEPAR S.A. INDÚSTRIA E CONSTRUÇÕES, companhia aberta, INEPAR TELECOMUNICAÇÕES S.A., companhia aberta e INEPAR EQUIPAMENTOS E MONTAGENS S.A., companhia aberta, informam aos seus acionistas e ao mercado em geral que, nesta data, o MM. Juiz de Direito da 1ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais da Capital do Estado de São Paulo proferiu decisão deferindo, nos termos do artigo 52 da Lei 11.101/2005 (a “LFRE”), o processamento do pedido de recuperação judicial ajuizado pelas referidas companhias em conjunto com a INEPAR Administração e Participações S.A., IESA Projetos, Equipamentos e Montagens S.A., IESA Óleo & Gás S.A., IESA Transportes S.A., Sadefem Equipamentos e Montagens S.A. e TT Brasil Estruturas Metálicas S.A. (em conjunto, “Grupo Inepar”).

A referida decisão, ainda, dentre outras providências:

(a) nomeou, como administradora judicial, a sociedade Deloitte Touche Tohmatsu Consultores Ltda., representada por Luis Vasco Elias;

(b) determinou a suspensão de todas as ações e execuções em curso contra as sociedades do Grupo Inepar, nos termos do art. 6º, ressalvadas as ações previstas no art. 6º, §§1º, 2º e 7º, e o disposto no art. 49, §§3º e 4º, todos da LFRE;

(c) determinou a dispensa de apresentação de certidões negativas para que as sociedades do Grupo Inepar exerçam suas atividades, exceto para contratação com o Poder Público ou para recebimento de benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios; e

(d) determinou a apresentação, pelo Grupo Inepar, de plano de recuperação judicial, na forma do art. 53 da LFRE.

 

A íntegra da decisão judicial encontra-se disponível no site de RI da Companhia no endereço: www.inepar.com.br

 

São Paulo, 15 de setembro de 2014.

 

Dionísio Leles da Silva Filho
Diretor de Relação com Investidores das empresas
INEPAR S.A. INDÚSTRIA E CONSTRUÇÕES
INEPAR TELECOMUNICAÇÕES S.A.
INEPAR EQUIPAMENTOS E MONTAGENS S.A.

Assinar este feed RSS