Índices da ANBIMA têm maiores altas do ano

O mês de julho foi marcado pelos melhores resultados do ano para os índices da ANBIMA (Associação Brasileira dos Mercados Financeiro e de Capitais) que acompanham as performances dos títulos públicos e privados. O retorno do IMA-Geral (Índice de Mercado ANBIMA), que reflete a média dos papéis do Tesouro, foi de 1,74%, acumulando 3,64% em 2020. Já o IDA-Geral (Índice de Debêntures ANBIMA), cuja carteira é formada por ativos de crédito privado, apresentou ganhos de 2% em julho e de 1,25% no total do ano.

Fundos de investimento têm captação líquida de R$ 63,7 bilhões em julho

Segundo a ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais), os fundos de investimento registraram captação líquida de R$ 63,7 bilhões entre os dias 1º e 31 de julho. Esse foi o melhor mês de 2020 - o resultado corresponde à diferença entre os R$ 761,9 bilhões aplicados e os R$ 698,2 bilhões resgatados pelos investidores.

Fundos têm captação líquida de R$ 84,3 bilhões em julho

Segundo dados da ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais), os fundos de investimento registraram captação líquida de R$ 84,3 bilhões entre os dias 1º e 24 de julho. O resultado é a diferença entre os R$ 593,9 bilhões aplicados e os R$ 509,6 bilhões resgatados pelos investidores nesses produtos no período.

Fundos registram captação líquida de R$ 67,7 bilhões

A ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais) anunciou hoje, 22, que os fundos de investimento registraram captação líquida de R$ 67,7 bilhões entre os dias 1º e 17 de julho. O resultado é a diferença entre os R$ 435 bilhões aplicados e os R$ 367,3 bilhões resgatados pelos investidores nesses produtos no período.

 

Fundos têm captação líquida de R$ 28,7 bilhões, aponta ANBIMA

Segundo dados da ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais), os fundos de investimento registraram captação líquida positiva de R$ 28,7 bilhões entre os dias 1º e 10 de julho. O resultado é a diferença entre R$ 256,7 bilhões de aplicações e R$ 227,9 bilhões de resgates no período.

Mercado de capitais registra queda de 13,6% no 1S20

A ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais) anunciou nesta terça-feira, 7, dados sobre o mercado de capitais. Segundo a instituição, aa empresas brasileiras emitiram R$ 150 bilhões em instrumentos do mercado durante o primeiro semestre de 2020.

Títulos públicos apresentam maior rentabilidade mensal de 2020

O IMA, índice que representa o desempenho dos títulos públicos federais, apresentou rentabilidade de 1,02% em maio, o maior resultado mensal em 2020, de acordo com a ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais). A alta reverteu as perdas acumuladas e fez com que o índice registrasse variação positiva de 0,88% no ano.

Assinar este feed RSS