Petz estreia na bolsa brasileira

  •  
Petz estreia na bolsa brasileira (Foto: Pexels) Petz estreia na bolsa brasileira

A Petz fez sua estreia na bolsa de valores brasileira com valor de mercado de R$ 5,1 bilhões, depois de precificar sua ação (PETZ3) em R$ 13,75, no meio da faixa indicativa de preço (R$12,25 a R$15,25). 

"O IPO da Petz inaugura um novo segmento do varejo brasileiro na B3. A demanda dos investidores pela nossa oferta inicial de ações reflete o crescimento e a resiliência do mercado pet brasileiro, considerado o quarto maior do mundo em termos de faturamento, com cerca de 88 milhões de cães e gatos", afirma Zimerman. "Nada mais justo do que promovermos uma cerimônia que demonstra a relação entre os pets e seus tutores, com a participação do Wolke como protagonista deste momento tão especial".

Do montante total de ações oferecido ao mercado, o componente primário da oferta representou 24.489.796 ações do IPO da Petz e totalizou R$ 336,7 milhões, recursos para a abertura de lojas e hospitais veterinários (85%), e investimentos em tecnologia e canais digitais (15%).

"Somos uma plataforma de soluções para pets, Petz Solution, com uma estratégia omnicanal completa, a qual integra não só os segmentos de produtos e serviços, mas também os canais físicos e digitais, que operam uma omnicanalidade de 77% das vendas digitais, índice que é benchmark no Brasil e no mundo. Com essa proposta, oferecemos aos nossos clientes experiência de compra e atendimento diferenciado em nossas lojas físicas, e conveniência e agilidade em nossos canais digitais. Por fim, somos a maior rede de centros veterinários do país, sob a marca Seres, a maior rede de centros de estética do Brasil e responsáveis pelo Adote Petz, o maior programa nacional de adoção de cães e gatos", afirma Zimerman.

Atuando em um segmento considerado serviço essencial durante o período de pandemia, a empresa apresentou um crescimento exponencial em seus canais digitais em 2020. As vendas online mais que quadruplicaram no primeiro semestre do ano em relação ao mesmo período do ano anterior, totalizando R$ 144,3 milhões. Considerando as vendas totais, a Petz registrou um faturamento de R$ 731,6 milhões nos seis primeiros meses desse ano, uma alta de 36,6% em relação ao mesmo período do ano anterior. Durante o segundo trimestre, período em que o Brasil foi integralmente impactado pela pandemia, as vendas digitais, as quais representaram 26% do faturamento total da companhia, quintuplicaram, registrando assim um aumento de 416,7% em relação ao segundo trimestre de 2019. No período de julho de 2019 a junho de 2020, a Petz totalizou um faturamento de R$1,4 bilhão e um EBITDA Ajustado de R$141,4 milhões.

(Redação – Investimentos e Notícias)