Marcopolo aprova pagamento de dividendos no total de R$ 45 milhões

  •  
Marcopolo aprova pagamento de dividendos no total de R$ 45 milhões Foto: Divulgação Marcopolo aprova pagamento de dividendos no total de R$ 45 milhões

A Marcopolo informou que, em reunião realizada no dia 20/02/2020, e de conformidade com a Política de Remuneração dos Acionistas da Companhia, o Conselho de Administração aprovou o pagamento de dividendos a todos os acionistas da Companhia, no valor total de R$ 45.069.186,05, por conta do exercício de 2019, a serem pagos a partir do dia 03 de abril de 2020, a razão de R$ 0,048 por ação representativa do capital social da Companhia, isentos de Imposto de Renda na Fonte, de acordo com a legislação em vigor.

O pagamento de juros trimestrais a todos os acionistas da companhia, a título de remuneração do capital próprio por conta do exercício de 2020 (1ª., 2ª. e 3ª. Etapa 2020), a razão de R$ 0,025 por ação representativa do capital social da companhia, sendo que, do referido valor será retido o Imposto de Renda na Fonte, conforme legislação em vigor. O valor líquido dos referidos juros será imputado ao dividendo obrigatório declarado antecipadamente, por conta do presente exercício de 2020.

O pagamento dos referidos dividendos e juros trimestrais, em 2020, obedecerá o seguinte calendário:
1. Dividendos exercício 2019
Os dividendos serão creditados na conta individualizada de cada acionista no dia 27 de fevereiro de 2020, com base nas posições dos acionistas no dia 27 de fevereiro de 2020, e serão pagos a partir do dia 03 de abril de 2020;

2. Juros 1ª. Etapa – Março de 2020
2.1. Os juros serão creditados na conta individualizada de cada acionista no dia 23/03/2020, com base nas posições dos acionistas também do dia 23/03/2020, e serão pagos a partir do dia 03/07/2020, de acordo com a respectiva conta corrente e domicílio bancário fornecido ao Banco Itaú S.A. As ações da companhia passam a ser negociadas ex-juros a partir do dia 24/03/2020;

2.2. As entidades imunes/isentas, para que não sofram retenção de IRF deverão observar a legislação em vigor, encaminhando a documentação comprobatória até o dia 26/03/2020 para o endereço constante na letra “B” das Instruções Gerais abaixo.

3. Juros 2ª. Etapa – Junho de 2020
3.1. Os juros serão creditados na conta individualizada de cada acionista no dia 22/06/2020, com base nas posições dos acionistas também do dia 22/06/2020, e serão pagos a partir do dia 05/10/2020, de acordo com a respectiva conta corrente e domicílio bancário fornecido ao Banco Itaú S.A. As ações da companhia passam a ser negociadas ex-juros a partir do dia 23/06/2020.

3.2. As entidades imunes/isentas, para que não sofram retenção de IRF deverão observar a legislação em vigor, encaminhando a documentação comprobatória até o dia 25/06/2020, para o endereço constante na letra “B” das Instruções Gerais abaixo.

4. Juros 3ª. Etapa – Setembro de 2020
4.1. Os juros serão creditados na conta individualizada de cada acionista no dia 21/09/2020, com base nas posições dos acionistas do dia 21/09/2020, e serão pagos a partir do dia 06/01/2021, de acordo com a respectiva conta corrente e domicílio bancário fornecido ao Banco Itaú S.A. As ações da companhia passam a ser negociadas ex-juros a partir do dia 22/09/2020.

4.2. As entidades imunes/isentas, para que não sofram retenção de IRF deverão observar a legislação em vigor, encaminhando a documentação comprobatória até o dia 24/09/2020, para o endereço constante na letra “B” das Instruções Gerais abaixo.

(Redação - Investimentos e Notícias)