Linx pede registro para oferta de ações no Brasil e exterior

  •  
Linx pede registro para oferta de ações no Brasil e exterior Foto: Divulgação

A Linx S.A. (B3: LINX3) anunciou que no dia 3 de maio apresentou perante a CVM, sob tratamento reservado, pedido de registro da oferta pública de distribuição primária e secundária de ações ordinárias, nominativas, escriturais e sem valor nominal, de emissão da Companhia, todas livres e desembaraçadas de quaisquer ônus ou gravames, incluindo sob a forma de American Depositary Shares ("ADSs"), representados por American Depositary Receipts ("ADRs"), todos livres e desembaraçados de quaisquer ônus ou gravames, a serem distribuídas simultaneamente (i) no Brasil, em mercado de balcão não organizado, com esforços de colocação das Ações no exterior (“Oferta Brasileira”); e (ii) no exterior, sob a forma de ADSs, representados por ADRs, todos livres e desembaraçados de quaisquer ônus ou gravames, cada ADS representativo de 1 (uma) Ação. A Oferta Global será realizada simultaneamente no Brasil e no exterior.

A Oferta Internacional foi objeto de pedido de registro (Registration Statement on Form F-1) em 29 de maio, perante a Securities and Exchange Commission, em conformidade com os procedimentos previstos no Securities Act of 1933, para o qual também foi assegurado, até a presente data, tratamento confidencial.

Oportunamente, será publicado aviso ao mercado contendo, dentre outras, informações sobre: (i) as demais características da Oferta Global, (ii) os locais para obtenção do prospecto preliminar da Oferta Brasileira, (iii) as datas estimadas e locais de divulgação da Oferta Brasileira, e (iv) as condições, o procedimento, o período de reserva e o período para coleta de intenções de investimento, no âmbito da Oferta Brasileira.

(Redação - Investimentos e Notícias)