Ibovespa passa dos 105 mil pontos e fecha com alta de 0,89%

  •  
Ibovespa passa dos 105 mil pontos e fecha com alta de 0,89% Foto: Divulgação

O Ibovespa, principal indicador de desempenho das ações negociadas na B3, fechou o pregão nesta quarta-feira, 16, em alta. Após começar o dia com perdas, a bolsa de São Paulo se recuperou e encerrou o pregão com valorização de 0,89%.

O índice acionário superou a marca dos 105 mil pontos e fechou aos 105.422,80 pontos, com um giro financeiro de R$ 31,532 bilhões.

No campo interno, o Senado aprovou na noite da véspera o projeto que define os critérios de distribuição de parte dos recursos obtidos com o leilão de petróleo da cessão onerosa, deixando livre o acesso à votação da reforma da Previdência, no dia 22, o que fez os investidores olharem para as ações com mais ânimo.

Enquanto isso, no cenário externo, o presidente dos EUA, Donald Trump, afirmou que não deve assinar um acordo comercial com a China antes de se encontrar com o presidente chinês, Xi Jinping, em fórum no Chile. Mesmo assim, a bolsa brasileira não deu muita importância para o pronunciamento de Trump e no fim da tarde tomou corpo na sessão de investimentos.

Dentre as ações que compõem o Ibovespa, os papéis que mais se valorizaram no dia foram: Qualicorp, alta de 6,24%, Eletrobras ON, alta de 4,33%, e Eletrobras PN, que atingiu 4,01%.

Nas baixas, as empresas que mais sofreram queda foram Vale, queda de 2,32%, CVC, queda de 1,21%, e Sid Nacional, que teve seus papéis 3,01% desvalorizados.

Já os papéis mais negociados foram os da Petrobras PN (1,20%), Vale ON (-2,32%) e Bradesco (2,39%).

(Redação - Investimentos e Notícias)