Ibovespa encerra o dia em queda de 1,10%, após dias de máximas

  •  
Ibovespa encerra o dia em queda de 1,10%, após dias de máximas Foto: Divulgação

Após atingir várias máximas, o Ibovespa voltou a recuar nesta quinta-feira, 31. O principal indicador de desempenho das ações negociadas na B3 fechou a sessão de hoje em queda de 1,10%, aos 107.219,83 pontos.

O volume financeiro negociado somou R$ 19,408 bilhões.

O indicador fechou negativo contaminado pelo pessimismo global diante de incertezas sobre as negociações comerciais entre Estados Unidos e China, além de também ter sido influenciado por mais balanços das empresas sendo divulgados.

No cenário político, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), voltou a afirmar que está otimista com a aprovação da reforma tributária no Congresso ainda este ano.

Com esses assuntos no radar dos investidores, as ações que mais se valorizaram foram as da Cyrela, com alta de 1,70%. A Eletrobras também fechou entre as mais valorizadas com alta de 1,67%, enquanto a Lojas Renner encerrou positiva em 0,93%.

As maiores baixas vieram de papéis da aérea GOL, queda de 5,79%, Bradesco ON, que se desvalorizou 4,12%, e Bradesco PN, baixa de 4,09%.

Os papéis mais negociados foram os da Petrobras PN (1,03%), Vale (-2,86%) e Bradesco PN (-4,09%).

(Redação - Investimentos e Notícias)