Ibovespa deverá acompanhar o cenário internacional

  •  
Ibovespa deverá acompanhar o cenário internacional (Foto: Pexels) Ibovespa deverá acompanhar o cenário internacional

O contrato futuro de índice (WINQ19) fechou o dia de ontem (14 ) em baixa, favorecido pelo cenário internacional. Os dados fracos da China aumentaram os sinais de desaceleração econômica e levou o dólar a superar novamente os R $ 4 ,00 e a bolsa a cair mais de 3%, na esteira da forte queda dos mercados acionários europeus e americanos.

Uma nova onda de aversão ao risco levou os contratos futuros de dólar (WDOU19) a operaram em um cenário positivo no dia de ontem (14), refletindo a aversão ao risco por parte dos investidores dada a guerra comercial travada entre EUA e China, que a cada dia ganha um novo capítulo.

Política

O governo decidiu adiar a divulgação da proposta da reforma tributária, prevista para a semana passada, após uma apresentação feita em um banco pelo secretário da Receita, Marcos Cintra.

Plenário concluiu ontem a votação da medida provisória da liberdade econômica. Objetivo é estabelecer garantias para a atividade econômica de livre mercado, impõe restrições ao poder do estado regula a atuação do fisco e cria direitos de liberdade econômica. Ponto polêmico é o fim das restrições de trabalho aos domingos e feriados, assim como o pagamento em dobro do tempo trabalhado esses dias.

Empresas

A piora no desempenho operacional e retração na receita levou a operadora Oi (OIBR 4), que se encontra em recuperação judicial, a registrar prejuízo líquido de R $ 1 ,55 bilhão no 2T19 , alta de 24 % sobre o prejuízo de R$ 1,25 bilhão do mesmo período do ano anterior. A receita da empresa caiu 8,2 % e a dívida líquida cresceu 25,5 %. A piora no resultado operacional da Oi adveio com o aumento de 22 % nas despesas do período.

Já a JBS (JBSS 3) registrou lucro líquido de R$ 2,2 bilhões no 2T19, revertendo o prejuízo do mesmo período de 2018 , com o ciclo favorável para a produção de carne bovina nos EUA e a recuperação da rentabilidade no Brasil. A receita aumentou 12,5 % na comparação anual.

A Via Varejo (VVAR11 ) mostrou prejuízo de R $154 milhões, revertendo o lucro líquido de R$ 14 milhões no mesmo período do ano anterior. Já a receita líquida caiu 6,5 % para R$ 6,02 bilhões, enquanto o EBITDA atingiu R $315 milhões, 39 % inferior na comparação anual. O prejuízo veio menor que o esperado por analistas.

Ativos em destaque

ALUP11
Preço compra R$ 27,55

(Redação – Investimentos e Notícias)