Ibovespa atinge novo recorde após queda da Selic e fecha a 1,11%

  •  
Ibovespa atinge novo recorde após queda da Selic e fecha a 1,11% Foto: Divulgação

O Ibovespa, principal indicador de desempenho das ações negociadas na B3, encerrou o pregão desta quinta-feira, 12, em alta de 1,11%, aos 112.199,74. O volume financeiro somou R$ 21,565 bilhões.

Após decisão do Copom em cortar a taxa Selic para 4,50%, o indicador recuperou o fôlego e superou os 112 mil pontos pela primeira vez, atingindo mais um recorde histórico. Uma melhora da perspectiva do rating do país também atraiu olhares para o mercado de ações.

Além disso, a possibilidade de um acordo comercial preliminar entre a China e os Estados Unidos animou os investidores, que esperam definições mais concretas dos dois governos.

Dentre os papéis que compõem o Ibovespa hoje, os com maiores altas foram: B2W Digital, alta de 5,23%, MRV, alta de 6,16%, e Lojas Americanas, alta de 6,03%.

As maiores baixas foram registradas pelas empresas: Sabesp, queda de 3,35%, Equatorial, que baixou 1,64%, e Marfrig, que recuou 1,17%.

Os papéis mais negociados foram os da Petrobras PN (1,88%), Vale (2,16%) e B3 (-1,06%).

(Redação - Investimentos e Notícias)