Balanço da B2W frustra o mercado

  •  
Resultados da empresa não atingiram expectativa do mercado Foto: divulgação Resultados da empresa não atingiram expectativa do mercado

A B2W, empresa de e-commerce, dona dos sites Submarino.com e controlada pelas Lojas Americanas, divulgou seu resultado do 4° trimestre de 2017 e frustrou a expectativa do mercado.

A receita líquida da empresa totalizou R$ 2,02 bilhões neste período, ficando 370 milhões abaixo das estimativas do mercado. Foi reportado, também, um prejuízo de R$ 34,9 milhões no 4º trimestre de 2017, somando no ano um prejuízo de R$ 411,4 milhões, uma queda de 15%.

A companhia destacou a mudança no modelo de negócios, priorizando o marketplace (venda de produto de terceiros), que vem crescendo em ritmo forte. Já o Ebtida ajustado (Lucros antes de Juros, Impostos, Depreciação e Amortização), no último trimestre de 2017, foi de R$ 214,9 milhões representando uma queda de 17% comparado ao mesmo período do ano anterior.

A empresa anunciou algumas mudanças que não foram suficientes para amenizar o resultado fraco divulgado. Sua ação (BTOW3), por exemplo, chegou a cair 10,88% no pregão de ontem, 08 de março, mas recuperando parte disso no pregão de hoje.

Ana Christina Saicali, antiga presidente da empresa, deixou o cargo para assumir a liderança do conselho e tomar frente de uma nova empresa criada, a Inovação e Futuro (IF). Esse movimento teve como objetivo gerar sinergia entre os negócios das Lojas Americanas e de suas controladas, sempre com o foco na inovação e no processo de lançamento de novos produtos e serviços.

Além da IF, foi anunciada também a criação da LET´s Logística e Distribuição. Essa nova organização tem como foco uma gestão de sua cadeia de logística e distribuição mais eficiente e compartilhada. Foi nomeado para o cargo de presidente da LET´s o executivo José Timotheo de Barros.

Após toda essa movimentação, Márcio Meirelles assumiu como CEO da B2W. O executivo, que conta com mais de 20 anos de casa, conhece bem a empresa e sabe que tem o desafio de, em meio a toda essa reestruturação, fazer com que ela entregue bons resultados aos seus acionistas.