Trabalho como Freelancer: o que você precisa saber

Trabalho como Freelancer: o que você precisa saber Foto: Divulgação Trabalho como Freelancer: o que você precisa saber

Diante das altas taxas de desemprego, muitos têm buscado o trabalho como Freelancer. Outros o buscam por não se adaptarem ao mercado de trabalho formal, normalmente mais engessado e menos flexível. Para os primeiros, esta pode ser uma opção temporária e para muitos acaba se mostrando mais atrativa do que o emprego formal.

Vários podem ser os motivos para o profissional optar por esta modalidade de trabalho, a liberdade em relação a agenda, a possibilidade de auferir ganhos maiores, ser seu próprio chefe, entre outros. 

Além disso, mudanças no mercado e nas relações de trabalho, têm feito com que cada vez mais pessoas optem pela carreira como autônomo/freelancer. Pensando nisso, destaquei alguns mitos que existem em torno desta atividade e também algumas dicas que podem ser úteis:

Trabalhar como Freelancer é mais fácil
Não necessariamente. Exceto pelo aspecto da flexibilidade de horário, podemos dizer que o trabalho como autônomo é mais difícil. O profissional que inicia a atuação como Freelancer precisa conquistar clientes e fidelizá-los. Para isso, terá um longo trabalho pela frente. O que significará dedicar muito do seu tempo. 

O trabalho como autônomo permite ganhos maiores
É possível, mas até chegar lá, muito trabalho deverá ser feito. E o cuidado com as finanças é importantíssimo. O profissional dever ser capaz de fazer reservas e de administrar muito bem todos os seus recursos. Inclusive investir adequadamente para garantir suas férias e aposentadoria. Neste tipo de trabalho, também é possível que seus ganhos variem muito, por isso, todo cuidado é pouco!

On/off 
Muitos profissionais por exercerem sua atividade home-office, acabam não conseguindo se desligar do trabalho em horários que normalmente não estariam trabalhando. É importante saber preservar os horários de refeições, descanso e lazer.

Conhecer novas pessoas e lugares
Trabalhar prestando serviço para empresas diferentes, permite que os profissionais conheçam novas pessoas constantemente e também diversas culturas organizacionais, o que pode ser muito bom. 

Disciplina e foco
Assim como alguns não conseguem se desligar, outros encontram dificuldade em focar numa atividade e isso pode impactar muito nos resultados que se almeja. O que quer que você defina como meta, precisa se comprometer e fazer acontecer. Persista!

Fragmentação Social
Esse termo foi cunhado por sociólogos ao pesquisar os profissionais que trabalhavam por projetos, ou os chamados “bicos”. É vital tomar cuidado com o isolamento. Trabalhar sozinho fará com que fique muitas horas solitário e o impedirá de ter as trocas que as pessoas que trabalham em equipes têm. Por isso, procure agendar encontros e bate-papos com outros profissionais e amigos, participe de palestras e cursos de sua área de atuação. Isso lhe permitirá maior aprendizado, além da construção dos relacionamentos. 

Redes sociais como aliadas
As redes sociais podem ser ótimas aliadas para a divulgação do trabalho e também para fazer as pessoas e organizações conhecerem e se lembrarem do profissional. Ferramentas como o Linkedin podem ser ótimas para publicar textos, interagir com os demais profissionais e empresas e também estabelecer novos contatos. 

Abrir uma empresa
Registrar-se como microempreendedor individual (MEI) por exemplo, pode ser interessante, pois desta forma, você poderá se sentir mais seguro e prestará seus serviços de forma mais profissional. Caso os ganhos superem o permitido no modelo de MEI, você pode considerar outra opção.

Capacidade empreendedora
Muito se fala sobre as características empreendedoras. A ideia difundida é que todos os profissionais devem em maior ou menor grau, contar com algumas competências relacionadas ao empreendedorismo. No caso do Freelancer, isso se torna ainda mais importante! Por isso, características como iniciativa, criatividade, ousadia e responsabilidade, são imprescindíveis. 

Seja qual for a sua escolha, certifique-se que está tomando uma decisão alinhada ao que você deseja, coerente com seus valores, a quem você é. E lembre-se que você pode desenvolver as competências que ainda não tem e que são necessárias para o exercício da sua atividade. Todos estamos – ou devemos estar, sempre em crescimento e desenvolvimento.

carreiras cynaraCynara Bastos, Supervisora de Carreira do Ibmec/MG

Equipe Carreiras

Lais Santos Alves - Especialista em Carreiras da Faculdade Ibmec.
Fernanda Schroder Gonçalves  - Gerente Nacional de Carreiras da DeVry Brasil.
Cynara Moreira Bastos Nazareth - Coordenadora de Carreiras do Ibmec Minas em Belo Horizonte.
Camila Luísa Malta Silva - Especialista em Carreiras da Faculdade Ibmec.

Website.: www.investimentosenoticias.com.br/blogs/carreiras