Dicas para um feedback adequado

Dicas para um feedback adequado Foto: Divulgação Dicas para um feedback adequado

Feedback é uma palavra que tem origem no idioma inglês, sendo formada pela junção dos termos feed e back. O termo feed pode ser traduzido como “alimentação/alimentar” e back como “de volta”. Assim, do idioma inglês, essa palavra pode ser compreendida como realimentar, responder, retorno, reação. O feedback pode ser compreendido como a maneira como se reage à determinada coisa, o retorno que se dá a um ponto, uma apreciação emitida diante de uma situação, parecer, posição.

No mundo corporativo, o feedback é utilizado como uma possibilidade de se conhecer melhor a equipe, proporcionar um ambiente de trabalho colaborativo, promover o desenvolvimento e ao aperfeiçoamento de competências e habilidades, onde tanto o gestor quanto o liderado têm a oportunidade de ponderar e comunicar suas percepções e impressões a respeito de determinada informação ou situação.

O feedback adequado deve ser pensado de forma estratégica antes de verbalizado junto à pessoa que está sendo submetida ao mesmo. Deve ser direto, exclusivo, em local adequado, com tempo suficiente para que ambas as pessoas possam se manifestar. Não pode ter perguntas que proporcionem margens para interpretações divergentes, e deve ser, principalmente, embasado em fatos e dados de comportamentos e também atitudes. O gestor deve se preparar, e pensar sobre os pontos importantes e relevantes e que foram decisivos para o desempenho do profissional no período específico a ser avaliado.

Quando o feedback é bem estruturado ele poderá colaborar para que os profissionais alcancem reflexões sobre suas atitudes, competências, desempenho e resultados, tanto no sentido de realizar correções e melhorias, quanto no que se refere a generalizar comportamentos positivos. Assim sendo, o feedback é uma excelente ferramenta para uma melhor performance da equipe e para o desenvolvimento profissional e organizacional, trazendo benefícios para os indivíduos e contribuindo para o incremento dos resultados corporativos.

O feedback deve ser aplicado da seguinte maneira:

1 - Deve-se explicar ao colaborador o que é o feedback e qual a sua intenção. Antes de emitir um feedback, é admirável refletir sobre a intenção do que se está fazendo;

2 - Deve-se escolher um ambiente adequado e reservado, com horário específico para que ambos possam colocar as suas percepções;

3 - Sempre comece pelos pontos positivos, pois dessa forma o liderado se sentirá mais tranquilo e seguro para ouvir as análises que poderão vir. Utilize a técnica do sanduíche (pontos positivos, negativos/desenvolvimento e positivos).

4 - Descreva o que aconteceu e motivo do feedback, informando o comportamento esperado para mudança. Logo depois, deve-se colocar os pontos fortes com o ocorrido utilizando como forma de impulsionar o liderado a acreditar no seu potencial e nos seus pontos fortes como agentes impulsionadores desse processo. Ao descrever o fato ocorrido, é necessário e fundamental falar sobre as consequências geradas.

5 - Refira-se sempre a fatos particulares observados no comportamento, evitando generalizações, rótulos e exageros. Dirija-se para os resultados de comportamentos, especificando suas relações com indicadores e metas individuais e organizacionais.

6 - Dê espaço para o liderado responder e falar sobre as suas percepções dos pontos abordados. Faça perguntas reflexivas, e incentive a compreensão e a aprendizagem para esse processo de desenvolvimento.

7 - Procure desenvolver um plano de ação e desenvolvimento conjunto. E procure sempre dar um novo feedback quando o liderado ter um comportamento em direção ao caminho proposto.

8 - O feedback deve incomodar visando impulsionar a mudança, e ambos devem pensar que o motivo do mesmo é refletir sobre os aspectos e pontos a serem desenvolvidos, não levando questões pessoais para esse momento.

Fernanda Schroder Gonçalves - Profissional com experiência na área de Orientação e Planejamento de Carreira e Recursos Humanos. Atualmente é Gerente Nacional de Carreiras da DeVry Brasil.

Última modificação emSexta, 25 Novembro 2016 11:01
Equipe Carreiras

Lais Santos Alves - Especialista em Carreiras da Faculdade Ibmec.
Fernanda Schroder Gonçalves  - Gerente Nacional de Carreiras da DeVry Brasil.
Cynara Moreira Bastos Nazareth - Coordenadora de Carreiras do Ibmec Minas em Belo Horizonte.
Camila Luísa Malta Silva - Especialista em Carreiras da Faculdade Ibmec.

Website.: www.investimentosenoticias.com.br/blogs/carreiras