Vendas no varejo variam -0,1% em dezembro

Em dezembro de 2019, o volume de vendas do comércio varejista nacional variou -0,1%, frente a novembro, na série com ajuste sazonal, interrompendo sete meses seguidos de crescimento, período que acumulou ganho de 3,5%, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 

  • Publicado em Economia

Faturamento do varejo em SP deve chegar a R$ 240 bilhões em 2020

De acordo com as projeções da FecomercioSP, o faturamento do varejo paulista deve atingir R$ 240 bilhões em 2020, aproximadamente R$ 7,6 mil por segundo, considerando uma alta de 5% em relação a 2019. Já o segmento de serviços deve arrecadar R$ 453 bilhões em 2020, elevação de 11% se comparado ao ano passado.

  • Publicado em Economia

Varejo ampliado tem melhora mais consistente, aponta MUFG

De acordo com os dados divulgados nesta quarta-feira, 15, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em novembro de 2019, o volume de vendas do comércio varejista nacional avançou 0,6%, frente a outubro, na série livre de influências sazonais, sendo registrado como sétima taxa positiva consecutiva, período em que o varejo acumulou ganho de 3,3%.

  • Publicado em Economia

Vendas no varejo avançam 0,6% em novembro

Em novembro de 2019, o volume de vendas do comércio varejista nacional avançou 0,6%, frente ao mês imediatamente anterior, na série livre de influências sazonais, sétima taxa positiva consecutiva, período em que o varejo acumulou ganho de 3,3%, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O índice de média móvel trimestral, após acréscimo de 0,4% no trimestre encerrado em outubro, aumentou 0,5% no trimestre encerrado em novembro.

  • Publicado em Economia

Vendas do varejo variam 0,1% em outubro, mostra IBGE

As vendas no varejo variaram 0,1% em outubro de 2019 na comparação com o mês anterior (série com ajuste sazonal), segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). É o sexto mês consecutivo de crescimento, com um acréscimo de 2,7% no período. O índice de média móvel trimestral, após acréscimo de 0,6% no trimestre encerrado em setembro, mostrou perda de ritmo no trimestre encerrado em outubro (0,4%).

  • Publicado em Economia
Assinar este feed RSS