Criptomoedas demostram sinais de queda nesta sexta-feira

  •  
Criptomoedas demostram sinais de queda nesta sexta-feira Foto: Divulgação

O bitcoin se aproximou hoje, 11, da mínima de duas semanas após uma forte queda na sessão da última quinta-feira. Com isso, parece que o mercado de criptomoedas está realmente em baixa.

Por volta do meio dia, o bitcoin operava em queda de 3,6%, para US$ 3.618,10. Além dele, todas as demais moedas virtuais também apresentavam baixa de forma geral, com o valor total de capitalização de mercado caindo para US$ 122 bilhões, em comparação com US$ 127 bilhões na quinta-feira.

O ethereum sofreu queda de 4,9%, para US$ 124,28, e o litecoin ficou em US$ 32,54, queda de 4%, na manhã desta sexta. O riple (XRP) também estava indicando perdas de 3,7%, para US$ 0,32290.

Enquanto o mercado olhava para o declínio das moedas, 14 das 21 bolsas de criptografia da Coreia do Sul tiveram falhas de segurança na quinta-feira, sendo que apenas sete delas receberam um passe completo, enquanto as outras ficaram vulneráveis aos ataques de hackers.

A segurança cibernética é um dos maiores desafios para o setor das criptomoedas e a Coréia do Sul, por exemplo, possui milhões de dólares em moedas virtuais devido a hacks em várias bolsas.

Já na China, ao que tudo indica, as plataformas blockchain deverão dar às autoridades acesso a dados e identidade do usuário. É provável que as novas regras entrem em vigor no próximo mês, e quem não cumprir com a cartilha poderá sofrer sanções como multas ou processo judicial.

Vale lembrar que a China proibiu, desde 2017, a circulação de todas as moedas digitais, ofertas iniciais de moeda e operação doméstica de trocas de criptografia locais.

(Redação - Investimentos e Notícias)