Redação

PIB da Alemanha fica estável no 4T18

O Produto Interno Bruto (PIB) da Alemanha, maior economia da Europa, ficou em 0,0% no quarto trimestre de 2018, segundo dados da agência federal de estatísticas Destatis. O número veio em linha com o registrado no trimestre anterior (0,0%).

(Redação – Investimentos e Notícias)

Tenda encerra Programa de Recompra de Ações

A Construtora Tenda anunciou o encerramento do Programa de Recompra de Ações aprovado pelo Conselho de Administração da Companhia em 8 de novembro de 2018 (“Programa”), conforme Fato Relevante divulgado naquela data.

Desocupação cai em 6 das 27 UFs no 4T18

No Brasil, a taxa de desocupação foi de 11,6%, 0,3 ponto percentual abaixo do trimestre anterior (11,9%), segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Considerando-se as variações estaticamente significativas, em 6 das 27 unidades da federação, a taxa caiu em relação ao terceiro trimestre de 2018. Por outro lado, a taxa subiu apenas na Bahia (1,2 p.p.), indo de 16,2% para 17,4%. 

S&P eleva nota de crédito stand-alone da Petrobras

A Petrobras anunciou que a agência de classificação de risco Standard & Poor’s (S&P) elevou a nota de crédito stand-alone (risco intrínseco) da Petrobras de “bb-“ para “bb”, com perspectiva estável, mantendo o rating global em “BB-“.

A agência destacou que a melhora na nota reflete o bom desempenho da companhia, impulsionado pelo crescimento da produção, pela sólida gestão de portfólio - em termos de eficiência de investimentos e vendas de ativos - e pela manutenção de padrões de governança eficazes e sólidos (incluindo uma política de preços independente e alinhada a cotações internacionais) que permitiram reduzir a dívida da empresa.

A classificação concedida à Petrobras na categoria stand-alone é superior ao rating da companhia em escala global, que acompanha a nota da República Federativa do Brasil, acionista controlador da companhia. Além disso, a perspectiva estável incorpora a visão da agência de que a Administração atual continuará comprometida com o objetivo de redução da dívida, mas que o rating soberano limita a nota de crédito da Petrobras.

(Redação – Investimentos e Notícias)

Assinar este feed RSS